top of page
  • Foto do escritorHurlan Jesus

A escola pública como catalisadora de talento: Henrique e sua paixão pela arte

Sucesso de jovem ponta-grossense, é a união da arte, educação pública e determinação em sintonia

Jovem Henrique dos Anjos foi um dos destaques em concurso idealizado por um jornal da cidade. Foto: Divulgação


Henrique dos Anjos Malanhuk, um jovem talentoso de 14 anos, estudante do Colégio Estadual Professor Amálio Pinheiro, na região da Nova Rússia, conquistou o segundo lugar em um concurso de pintura recentemente realizado por um jornal local em comemoração aos 200 anos da cidade de Ponta Grossa. Apesar de não ter vencido o concurso, a jornada de Henrique é um testemunho da importância da educação e do apoio escolar em seu crescimento como artista.


A ideia de participar do concurso não surgiu do nada. Henrique é filho de uma artesã talentosa, e seu envolvimento na criação dos produtos artesanais de sua mãe desde aos três anos, plantou a semente de sua paixão pela arte. A inspiração para entrar no concurso veio de sua irmã mais velha, Tayane dos Anjos Malanhuk, que já havia conquistado o primeiro lugar no mesmo concurso em 2013, quando ela também tinha 14 anos. Henrique não hesitou em seguir os passos de sua irmã e participar do concurso quando soube da oportunidade.


Em uma entrevista com a mãe de Henrique, Iracema dos Anjos Malanhuk, ela compartilhou informações valiosas sobre a jornada do jovem artista e o papel fundamental que a escola desempenhou em seu sucesso.


Perguntada sobre o interesse de Henrique em participar de outros concursos, ela confirmou que o filho demonstra grande interesse em continuar explorando seu talento e participar de competições futuras. Sua determinação não se abalou com o segundo lugar no concurso recente; ao contrário, ela o motivou a buscar a excelência em suas futuras empreitadas artísticas.


A mãe de Henrique também destacou o papel crucial da escola em sua jornada. Ela revelou que Henrique tem o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), uma condição que pode apresentar desafios significativos no ambiente de aprendizado. No entanto, os educadores do Colégio Estadual Professor Amálio Pinheiro ofereceram um apoio essencial, fornecendo o suporte necessário para que Henrique continuasse motivado e confiante em suas habilidades artísticas.


Um futuro promissor

Mesmo com a segunda colocação no concurso, Henrique dos Anjos Malanhuk está mais decidido do que nunca a seguir sua paixão pela arte. Seu sucesso até o momento, apesar dos obstáculos, é um testemunho do poder da educação e do apoio escolar na vida de um jovem artista.

Enquanto a cidade de Ponta Grossa celebra seus 200 anos, a comunidade reconhece Henrique como um exemplo de determinação e talento emergente. Seu futuro como artista é promissor, e todos estão ansiosos para ver como ele continuará a brilhar e a inspirar outros jovens na cidade e além.

A história de Henrique dos Anjos Malanhuk nos lembra que, com educação, apoio e determinação, qualquer desafio pode ser superado, e os sonhos podem ser alcançados, independentemente das adversidades.


bottom of page