top of page
  • Foto do escritorRedação

Escritora de PG será empossada na Academia de Letras do Paraná

Na cerimônia, Luísa Cristina dos Santos Fontes tomará posse da cadeira número 2

Escritora ponta-grossense, Luísa Cristina dos Santos Fontes será empossada na Academia Feminina de Letras do Paraná. Foto: Divulgação



A Academia Feminina de Letras do Paraná promoverá solenidade para dar posse às escritoras Luísa Cristina dos Santos Fontes e Tereza Cristina Karam. Na cerimônia, Luísa Cristina dos Santos Fontes tomará posse da cadeira número 2, cuja Patrona é Júlia Augusta de Souza Wanderley Petrich e a 1ª Ocupante é Helena Kolody (a cadeira está vaga há 19 anos, desde o falecimento de Helena). Tereza Cristina Karam assumirá a cadeira número 28, cuja patrona é Mariana Coelho, a 1ª Ocupante é Odila Portugal Castagnoli e a 2ª Ocupante é Shyrlei Maria de Andrade Queiroz.


As orações de apresentação das indicadas serão proferidas pelas acadêmicas Rita Cassitas e Lília Maria Machado Souza. O Protocolo do Cerimonial ficará a cargo da Acadêmica Neumar Carta Winter. O Hino Nacional será interpretado pela pianista Suzy Veloso Queiroz. A solenidade será realizada na sede do Centro Feminino de Cultura do Paraná e é organizada pela Presidente da Academia Feminina de Letras do Paraná, escritora Madalena Ferrante Pizzatto. A AFLP foi fundada em 25 de novembro de 1970. No final da cerimônia, será oferecido um coquetel.


A Profa. Luísa Cristina dos Santos Fontes é professora aposentada da Universidade Estadual de Ponta Grossa, Doutora em Literatura, com Tese sobre Helena Kolody, integrante fundadora da Academia de Letras dos Campos Gerais. Organiza coluna literária no Diário dos Campos desde 2009.


Dedica-se há 30 anos a pesquisar a literatura produzida por mulheres, com especial atenção às paranaenses. Publicou os livros Anita Philipovsky – a princesa dos campos; Literatura e mulher – das linhas às entrelinhas; A literatura de autoria feminina em suas interdi(c)ções; Roteiro Literário – Helena Kolody; Mulher e literatura – vozes consequentes; Biobibliografia da Academia de Letras dos Campos Gerais; O percurso de um poema; As janelas de Leonilda – a trajetória da escritora Leonilda Hilgenberg Justus; Estudinho sobre a origem da Saudade, entre outros.


Luísa Cristina sucederá as saudosas escritoras ponta-grossenses Leonilda Hilgenberg Justus e Emília Dantas Ribas, respectivamente ocupantes das Cadeiras 10 e 30. Uma comitiva de ponta-grossenses estará presente.


Da Assessoria

Comments


bottom of page