top of page
  • Foto do escritorRedação

UEPG recebe Palhaço Chacovachi para encerramento do Fenata

A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) recebe o Palhaço Chacovachi para o encerramento do 51º Festival Nacional de Teatro (Fenata), na noite desta quinta-feira (09)

UEPG recebe Palhaço Chacovachi para encerramento do 51º Fenata. Foto: Divulgação


A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) recebe o Palhaço Chacovachi para o encerramento do 51º Festival Nacional de Teatro (Fenata), na noite desta quinta-feira (09). De forma inédita no Paraná, a peça ‘Cuidado! Um palhaço mau pode arruinar a sua vida’ inicia às 20h, no Cine-Teatro Ópera. Em um mundo de contrariedades, inocência, acidez, conformismo e rebeldia, o palhaço promete ser um verdadeiro vingador dos adultos. Os ingressos podem ser adquiridos no Ópera ou no prédio da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Culturais (Proex).


O palhaço Chacovachi é o argentino Fernando Cavarozzi, considerado um ícone da palhaçaria e clown de rua em toda a América Latina. “O espetáculo vai mudando o tempo inteiro, porque não é o mesmo número. É um trabalho com números diversos”, explica. Para a apresentação em Ponta Grossa, a peça conta com a participação de Maku Fanchuli como convidada especial. “Ela é minha companheira e mãe dos meus filhos e irá fazer o número que prepara o espetáculo para o gran finale”.


Chacovachi é rua pura. Durante 16 anos, Fernando se apresentou como palhaço na Praça Francia, em Buenos Aires. “E em setembro deste ano, cumpri 40 anos como palhaço de rua, desde a primeira vez que fui para uma praça fazer as pessoas rirem”. A vida apresentou a Fernando novas possibilidades desde então – atualmente, ele é diretor das “Convenções Argentinas de Palhaços, Circenses e Artistas de Rua”, que tem 22 edições; dirige o Circovachi, de artistas de rua que trabalham durante as férias (janeiro e fevereiro); e escreveu o livro “Manual e Guia do palhaço de rua”, com cópias disponíveis em Portugal, Brasil, México e Argentina.


Fernando adverte que não é ator. “Eu sou palhaço, um palhaço que atua, o que é diferente dos atores que são atores e atuam como palhaços”. A sinopse da peça descreve que “os malabarismos, a magia e o equilibrismo são a desculpa – deus, a política, a morte, as drogas, o poder, a falsa modéstia, o amor, os ideais e o conformismo são a razão para rir”. A missão de Chacovachi é despertar almas despreparadas. “Um espetáculo que emociona, transforma e arde. Repleto de risos, sorrisos e gargalhadas, mostra um palhaço autêntico, rompendo com todos os códigos tradicionais dos clowns“, complementa a sinopse.


“Maku e eu estamos supercontentes de ir para Ponta Grossa. Acabamos de chegar de uma turnê grande de dois meses na Europa e estamos muito felizes por saber que o Fenata é um festival importante da cidade e que vamos participar do encerramento. Estamos muito orgulhosos disso”, comemora Fernando. Os ingressos da Mostra Adulta custam R$ 20,00 a inteira de R$ 10,00 a meia. No Ópera, a bilheteria abre às 19h e na Proex, os ingressos estão disponíveis para venda das 08h às 17h. A programação completa está disponível em www2.uepg.fenata/programacao.

Fotos: Divulgação


O Fenata

O 51º Fenata é realizado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e pela Fundação de Apoio ao Desenvolvimento Institucional, Científico e Tecnológico (Fauepg); tem patrocínio da Itaipu Binacional, do Serviço Social da Indústria (Sesi), da Belgotex do Brasil e da Unimed Ponta Grossa; e conta com o apoio da Secretaria Municipal de Turismo de Ponta Grossa, do Conselho Municipal de Turismo de Ponta Grossa (ComturPG), da Secretaria Municipal de Cultura de Ponta Grossa, da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio) e do Serviço Social do Comércio (Sesc) e promoção da RPC.


Da Assessoria

コメント


bottom of page