top of page
  • Foto do escritorRedação

Ponta Grossa sedia encontro de gestores de Cultura

O evento vai se desenvolver em diferentes espaços culturais da cidade, com a acolhida aos participantes acontecendo no Cine-Teatro Ópera

O Fórum G7 é formado por gestores culturais dos municípios de Londrina, Foz do Iguaçu, Maringá, Toledo, Ponta Grossa, Guarapuava e Cascavel. Foto: Divulgação


A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, por intermédio da Secretaria Municipal de Cultura, sedia, entre os dias 11 e 12 deste mês (terça e quarta), o ‘I Encontro Presencial do Fórum G7’ de gestores culturais do Paraná. O evento vai se desenvolver em diferentes espaços culturais da cidade, com a acolhida aos participantes acontecendo no Cine-Teatro Ópera.


O Fórum G7 é formado por gestores culturais dos municípios de Londrina, Foz do Iguaçu, Maringá, Toledo, Ponta Grossa, Guarapuava e Cascavel. Durante dois dias, os participantes, entre eles, secretários municipais de Cultura, vão discutir temas como as políticas públicas do setor, o intercâmbio de experiências e cases de sucesso, a integração de municípios, o Consórcio Intermunicipal de Cultura, a regulamentação do fórum G7 e o mapeamento do panorama da cultura nas grandes cidades do Paraná.


“Discutir as políticas culturais e promover a troca de experiências entre as cidades é muito importante para que possamos construir um setor cultural mais forte, dinâmico e estruturado. Atingir esse objetivo é um dos focos da nossa gestão em Ponta Grossa. Nos últimos meses, nossas ações têm rendido resultados positivos, tanto para a classe artística quanto para a população. Tenho certeza que esse encontro, além de apresentar a cidade e as ações que temos desenvolvido, também irá contribuir para que avancemos ainda mais na política cultural do Município, incluindo a definição de novas estratégias voltadas para o fomento e fortalecimento da cultura da nossa cidade”, destaca a prefeita Elizabeth Schmidt.


O secretário municipal de Cultura de Ponta Grossa, Alberto Portugal, anfitrião do evento, fala sobre a importância de sediar o encontro. “Ficamos honrados e felizes em receber os gestores de outros municípios, para um intercâmbio de informações, troca de experiências e cases de sucesso”, destaca. O secretário lembra ainda que “Ponta Grossa vive um momento muito expressivo na cultura do Paraná” e que a cidade tem participação e representatividade na ‘AMCG Cultura’, na qual ele é o coordenador, no Conselho de Cultura do Paraná e no G7. “São grupos de trabalho que somam forças para executar políticas públicas de cultura”, explica.


De acordo com Joaquim Rodrigues da Costa, diretor-presidente da Fundação Cultural de Foz do Iguaçu, a ideia surgiu há algum tempo, antes da pandemia. “Tivemos dificuldades na pandemia, mas pudemos colaborar e nos ajudar muito, graças a essa parceria”, explica. A proposta é ter um espaço de colaboração entre esses municípios, com trocas de experiências, desenvolvimento de projetos e ajuda para seleção de editais, entre outros.


Nesse sentido, o encontro é mais um passo na estruturação e formulação do ‘G7’, conforme explica Rodrigues da Costa. Deve ser definido se vai existir juridicamente, composição de diretoria e como vai funcionar no dia a dia, entre outros aspectos. “Eu vejo como uma forma importante de articulação, pensando na gestão de hoje, que precisa cada vez mais de atenção para a comunicação e romper essas barreiras entre os municípios” explica.


O coordenador do Fórum destaca ainda que neste ano vão se aplicar duas leis que vão fazer toda a diferença para o cenário cultural no Brasil: Lei Paulo Gustavo e Lei Aldir Blanc 2. Essas devem transformar radicalmente o cenário da cultura para melhor e esses municípios, que são destaque no Estado, precisam estar atentos para serem mais assertivos, o que pode ser feito com essa união, parceria e troca de informações.

Foto: Divulgação

Da Assessoria

Comments


bottom of page