• Redação

Público reencontra o teatro no Fenata

Até sábado (13), o Festival acontece de forma híbrida, com apresentações no Cine Teatro Ópera e transmissão no Youtube da UEPG

Público reencontra o teatro no Fenata. Foto: Divulgação/UEPG

O 49º Festival Nacional de Teatro (Fenata) iniciou nesta segunda (08), repleto de arte, cultura, saudades e calor humano. O maior evento cultural dos Campos Gerais e o mais antigo festival de teatro em realização ininterrupta no país, o Fenata é realizado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Até sábado (13), o Festival acontece de forma híbrida, com apresentações no Cine Teatro Ópera e transmissão no Youtube da UEPG.

“Esse é um momento de reencontro”, destacou o reitor da UEPG, professor Miguel Sanches Neto. Além de reencontrar pessoas, o Festival deste ano possibilitou o reencontro entre o público e a arte, nos palcos tão marcantes para a história de Ponta Grossa e do Paraná. “É um Festival feito como lá no começo do Fenata, com muita garra, com pouco dinheiro e com muito trabalho”, enfatizou o reitor. “Nós continuaremos fazendo ciência, nós continuaremos fazendo teatro, nós continuaremos fazendo arte, seja em que condição for. Este é o momento de reencontro, mas é também o momento de resistência. Que no ano que vem estejamos aqui todos presentes para comemorar os 50 anos do Fenata”.

“É uma homenagem às pessoas que perdemos nesses momentos difíceis, mas também uma oportunidade de celebrarmos a vitória da vida, da ciência e da cultura. É isso que o teatro representa: resistência, principalmente em um contexto universitário”, disse a diretora de assuntos culturais da Proex e coordenadora geral do Fenata, professora Sandra Borsoi. O sentimento da volta as palcos é indescritível. Segundo a professora, muitos atores entraram no Teatro chorando, emocionados com a oportunidade do retorno das atividades culturais depois de tantos meses de pandemia. “É muito comovente ver as pessoas querendo vivenciar a arte, o teatro, valorizando o esforço da Universidade para que o Fenata pudesse acontecer e reconhecendo a importância da arte e da cultura”, se emociona. “Isso não tem preço para nós. Acho que o papel da Universidade é cumprido neste momento”.


Para que o Festival pudesse acontecer com a presença de público, foram precisas medidas de biossegurança. Por isso, como destaca Sinvaldo Baglie, presidente da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento Institucional, Científico e Tecnológico da Universidade Estadual de Ponta Grossa (FAUEPG), “é uma vitória realizar o 49º Fenata, mantendo ininterrupto esse festival tão grandioso”. No momento em que se vive um período de transição, próximo ao fim da pandemia de Covid-19, o evento segue ainda todos os protocolos e cuidados necessários e disponibiliza os espetáculos online para chegar ao público. “É mais um Fenata democrático e aberto ao público em diversas faces”, enaltece.

Nascido da ousadia, o Fenata continua a ousar. “Não deixamos de realizar o Fenata em 2020, pois entendíamos a importância deste para o contexto cultural da universidade e fora dela”, lembra a pró-reitora de extensão e assuntos culturais, Édina Schimanski. “Ano que vem, com certeza estaremos aqui, ousando ainda mais. Que a cultura popular seja um norte que orienta a sociedade para dias melhores”.


Porco Cane: uma visita

Na primeira noite de festival, a Mostra Principal trouxe o espetáculo “Porco Cane: uma visita!”, da Companhia Teatral Rabugentos. A peça conta a história da família que recebe a visita de um primo rico da Itália e vê a possibilidade de salvar as finanças, garantindo um bom casamento para a filha. O vídeo fica disponível no Youtube da UEPG nesta terça-feira (09).


Foi a estreia desta peça para o público presencial: a companhia realizou sua primeira apresentação desde dezembro de 2019. “E que brinde!”, comemora o ator Gilberto Bellini. A plateia se divertiu e respondeu com carinho à apresentação teatral. “Que coisa incrível fazer essa estreia aqui em Ponta Grossa, cidade de que temos tão boa lembrança, e encontrando um teatro lindo, uma equipe de organização fantástica, que desde o primeiro contato nos acolheu, recebeu e orientou com um carinho incrível, e que com certeza torna diferente esse evento”.


Vinda de Blumenau, Adriana Pontaldi teve seu primeiro contato com o Fenata nessa segunda-feira. “Sempre soube do Fenata pelas redes sociais e pelas minhas filhas. Esse ano resolvi ver como era, e gostei bastante”, conta. Por isso, ela já garantiu seus ingressos para voltar na terça e na quarta-feira. “Estava todo mundo na expectativa de que começasse esse retorno ao teatro, às atividades culturais como um todo”.


Reencontro

A ansiedade pela volta do teatro aos palcos era grande. Era tanta, que os estudantes Roger Ruhan Hamad e Lorena Ribeiro foram os primeiros a chegar no Ópera para assistir à abertura do Fenata. “Eu sou muito apaixonada por teatro, só que morei em uma cidade pequena e me mudei para cá faz pouco tempo. Vai ser um dos primeiros contatos que eu vou ter com o teatro presencialmente”, conta Lorena. Por isso, a expectativa era grande. Também foi o primeiro contato de Roger, que é de Castro, com o Fenata. “Vi no jornal que ia acontecer o Fenata e vim correndo ver se ainda tinha ingressos, porque tinha o interesse de prestigiar. Estou animado”.


“Faz dois anos que eu não saio de casa, e a primeira vez que eu estou saindo é para vir aqui, hoje”, diz a estudante. Com a exigência de comprovante de vacinação para Covid-19 ou teste negativo para a doença, eles se sentem mais tranquilos.


Na entrada do Teatro, Elisangela Schmidt orientava o público na noite desta segunda-feira. “O Fenata está funcionando um pouquinho diferente, mas nossa prioridade é a segurança de todos”, explica. Conforme chegam ao espaço, as pessoas são orientadas a ocupar as primeiras fileiras do auditório, sempre com uma cadeira de distância das pessoas ao redor. “Dessa forma, conseguimos ocupar todas as fileiras, de uma forma organizada e segura”. Ela conta que o público recebeu com emoção a volta ao teatro. “Está sendo muito agradável tanto para nós, da organização, quanto para o público”.


Biossegurança

O Fenata segue o disposto no Decreto Municipal nº 19.439/2021 e Decreto Estadual nº 8.705/2021 (e suas atualizações). As mostras principais têmlotação máxima de 50% do teatro, com lugares serão demarcados, e a cada desmontagem o palco será desinfetado. Organização, equipe técnica e integrantes dos grupos foram previamente testados para Covid-19.


O Plano de Biossegurança do 49º Fenata contempla medidas de prevenção, como uso obrigatório de máscara durante todo o período de permanência no teatro; disponibilização de álcool em gel em locais estratégicos; poltronas intercaladas para que haja distanciamento; e livreto e votação disponíveis somente online. O público que assistir às apresentações presencialmente deve apresentar o comprovante de vacinação completa (2 doses ou dose única) ou primeira dose mais teste de Covid, realizado com no máximo 48 horas de antecedência.


Mostras

Realizado desde 1973, o Fenata faz parte do calendário oficial da UEPG. Em 2021, teve 65 espetáculos inscritos, sendo oito espetáculos de Ponta Grossa. Os jurados do 49º Fenata, Adbailson Cuba, Antonia Pereira Bezerra e Cláudio Mendel, selecionaram oito espetáculos, nas duas mostras. A Mostra Principal tem quatro espetáculos, para apresentação presencial com público reduzido e gravação no Cine-Teatro Ópera, sendo dois da categoria nacional e dois da categoria regional. A Mostra Paralela apresenta quatro espetáculos da categoria regional, com exibição somente online, a partir dos vídeos enviados na inscrição.


Serão concedidos dois prêmios de Júri Popular – um troféu para a Mostra Principal e um para a Mostra Paralela. Para cada peça, será aberto um formulário para que o público possa enviar sua nota para os espetáculos apresentados. O formulário ficará disponível nas redes sociais da UEPG, aberto para respostas das 21h às 22h30. O resultado de cada prêmio será obtido a partir da média aritmética das notas de cada espetáculo, com premiação no dia 13.

Os espetáculos serão exibidos no canal do Youtube da UEPG entre os dias 09 e 13 de novembro, com um espetáculo da Mostra Principal (publicado no dia seguinte à apresentação presencial) e um da Mostra Paralela por noite. Os espetáculos permanecerão disponíveis para visualização somente até o dia 13 de novembro.


Os ingressos foram distribuídos gratuitamente de forma antecipada e seguindo a limitação de público, com 300 ingressos por espetáculo. Durante a semana do Festival, interessados podem retirar os ingressos no Cine-Teatro Ópera (Rua XV de Novembro, 468), das 17h30 às 19h, se ainda houver disponibilidade de ingressos.


Realização e Apoio

O evento é realizado pela UEPG, por meio da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento Institucional, Científico e Tecnológico (FAUEPG); Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Culturais (Proex); Diretoria de Assuntos Culturais (DAC) e Núcleo de Tecnologia e Educação Aberta e a Distância (Nutead).


O 49º Fenata tem patrocínio da Gmad – Grupo Madcompen; Tratornew e Lojas MM, com incentivo da Secretaria de Turismo da Prefeitura Municipal de Ponta Grossa; Ponta Grossa Turística 2026; Conselho Municipal de Turismo de Ponta Grossa; e Governo Federal, por meio da Secretaria Especial da Cultura e Ministério do Turismo.


Programação Completa

08/11 (segunda-feira) 20h – Presencial: Porco Cane: uma visita! (Mostra Principal – 48 min)

09/11 (terça-feira) 19h30 – Online Youtube: Entre o Sol e a Lua (Mostra Paralela – 43 min) 20h – Presencial: A Borboleta da Colina (Mostra Principal – 45 min) 20h30 – Online Youtube: Porco Cane: uma visita! (Mostra Principal – 48 min)

10/11 (quarta-feira) 19h30 – Online Youtube: O Compositor (Mostra Paralela – 50 min) 20h – Presencial: Fada Maria (Mostra Principal – 45 min) 20h30 – Online Youtube: A Borboleta da Colina (Mostra Principal – 45 min)

11/11 (quinta-feira) 19h30 – Online Youtube: Arara, Gralha e Pinhão (Mostra Paralela – 34 min) 20h – Presencial: O Beijo no Asfalto (Mostra Principal – 65 min) 20h30 – Online Youtube: Fada Maria (Mostra Principal – 45 min)

12/11 (sexta-feira) 19h30 – Online Youtube: Lune (Mostra Paralela – 40min) 20h30 – Online Youtube: O Beijo no Asfalto (Mostra Principal – 65 min)

13/11 (sábado) 19h30 – Online pelo Facebook da UEPG: Encerramento e Divulgação do Prêmio Júri Popular


Fonte: Assessoria UEPG