• Redação

O mundo da moda no contexto que vivemos

Atualizado: 27 de ago. de 2021

Confira a Coluna Estilo e Moda por Silvana Hass desta semana

Conheça alguma das tendências de cores no mundo da moda para as próximas estações. Foto: Divulgação

A gripe espanhola tomou proporções de pandemia. Com essas mudanças acontecendo, considerando a diversidade social, cultural, e econômica, a moda é um indexador dos acontecimentos, ou seja, um reflexo das transformações. Ela se altera conforme os fatos históricos. Neste contexto, sendo um deles o vestuário, com a Primeira Guerra que levou os homens para os campos de batalha, também levaram as mulheres a trabalhar para sobreviver, assim, o adeus ao espartilho. Os trajes tiveram que se adaptar a esta nova realidade feminina.


O tempo passa, a guerra termina, e a Gripe Espanhola é controlada. A moda se recria com os reflexos deste tempo e segue para o futuro trazendo como resultado linhas simples, o jérsei, o elástico, e com eles as criações de Gabrielle Bonheur Chanel, popularmente conhecida como Coco Chanel, que apresentou ao mundo os tailleus, unindo simplicidade e elegância.

A Segunda Guerra atingiu diretamente a Europa, ateliês e fábricas da indústria têxtil fecharam as portas.


Com escassez de matéria prima. foi imposto controle na compra de tecidos pois grande parte eram destinados para a fabricação de artefatos para a guerra, e a moda sofre mais uma vez este impacto social e econômico, precisando se reinventar. Após meses se vestindo de forma mais masculinizada é já com fim da Segunda Guerra, em 1947 Christian Dior desenhou um modelo que mudou a história da moda o “new look” com saias rodadas, cintura demarcada, valorizando as curvas do corpo da mulher. O estilo de Dior, marca os anos dourados de 1950.


Sendo assim, as circunstâncias trazem mudanças em muitos períodos da história. Atualmente já estávamos passando por transformações culturais com taxas elevadas de ações sustentáveis, que foi acelerada pelo advento da pandemia. A moda precisa colocar em prática o seu verdadeiro sentido e buscar alternativas para remodelar essa transformação. Embora a extensão dos danos permaneça incerta, seja em qualquer tempo.


A moda tem um papel crucial neste novo tempo, e já se prepara para 2022 com um mercado mais cauteloso onde as incertezas já fazem parte da nova realidade, no entanto a raiz de tudo está em pesquisas que já apontam resultados onde segundo dados e informações as pessoas buscam para cobrir seu corpo muito mais do que uma peça de roupa o que impera é o bem-estar.


A próxima estação traz esta proposta que deverá ser bem aceita, em um aspecto multissensorial. As coleções chegam inspiradas pelo toque, cheiro e satisfação visual, com cores terapêuticas e purificantes, são elas: Orchid Flower e Atlantic Blue a primeira é um de tom rosa vibrante “magenta saturado” cor das delicadas orquídeas que trazem emoções e sensações diferentes para nosso emocional.


Por Silvana Hass