top of page
  • Redação

Fotografe PG 3 anuncia vencedores; veja imagens e autores premiados

Atualizado: 18 de set. de 2022

Imagens e autores foram conhecidos na noite desta terça (13), em evento no Sesc Estação Saudade

Categoria Patrimônios Socioculturais: Biblioteca e chaminé da antiga Wagner. Foto: Frederico de Mario


A Prefeitura de Ponta Grossa, por meio de uma ação organizada pela Secretaria Municipal de Turismo, revelou na noite desta terça (13), no SESC Estação Arte, as imagens vencedoras do ‘Concurso Fotografe PG 3’. O objetivo foi promover a criação artística de fotógrafos profissionais, produzindo imagens sobre a cidade, criando novos ângulos de percepção e atraindo o interesse de futuros visitantes. A ação contou com o patrocínio do Centro Europeu e da Soul Vila Velha – administradora do Parque de Vila Velha

Os fotógrafos, que capturaram momentos que traduzem a sua visão a respeito da cidade de Ponta Grossa, irão receber um total de R$ 15 mil – R$ 3 mil para os primeiros e R$ 2 mil para os segundos colocados em cada categoria: Patrimônios Naturais; Socioculturais e Interiores.


Para a prefeita Elizabeth Schmidt, que participou do evento, as imagens criadas instigam a imaginação, encantam quem as vê e vai incentivar a vê-las pessoalmente. “O olhar do fotógrafo valoriza a cidade. Acredito que um concurso como este eleva a autoestima da população. São paisagens em momentos especiais daquele dia, e que ficarão para a posteridade. Estarão em livros, futuramente, como registros dos 199 anos de nossa cidade, em que os artistas demonstraram sua técnica, sua maneira de trabalhar. Agradecemos aos jurados, aos patrocinadores e à Secretaria de Turismo, pela vontade de fazer tudo isso acontecer. Espero que todos possam usufruir dessas lindas imagens”, considera a prefeita.


Frederico de Mario, vencedor na categoria Patrimônios Socioculturais, revela que buscou pontos de simetria para participar do concurso e uniu elementos históricos, modernos e de natureza na sua imagem. “Eu estava em busca de uma simetria aqui na cidade, que mostrasse objetos marcantes. Quis mostrar o lado mais simétrico e quando bati o olho na Biblioteca naquele dia ensolarado, pensei, não pode faltar essa imagem – com o prédio quase da mesma cor do céu. Peguei um ângulo bem simétrico com elemento da natureza, o prédio e a chaminé, contrastando a natureza com o velho e o novo”, conta ele, que se especializou em fotografia de arquitetura.

Categoria Natureza: Represa de Alagados, um dos pontos turísticos da cidade. Foto: Celso Margraf


Celso Margraf, especialista em natureza, produziu com o uso de um drone uma imagem nova da Represa de Alagados. “Essa foto eu planejei, pois tenho o costume de remar nos Alagados com caiaque. Tinha pensado nessa foto usando o drone, com a câmera voltada para baixo, e pesquisei a imagem com o Google Mapas para ver como conseguiria uma melhor composição. Por sorte conseguimos um dia muito bonito e também ficou muito legal porque consegui uma curva de uma onda, que ficou bastante simétrica e deu movimento à imagem”, conta Margraf, que ficou em primeiro na categoria Patrimônios Naturais.

Categoria Interiores: Imagem retrata o interior da Catedral de Sant’Ana. Foto: Fernanda Bahena Soares

Já a vencedora na categoria Interiores, Fernanda Bahena Soares, acredita que recebeu uma inspiração divina para a sua imagem, que retrata o interior da Catedral de Sant’Ana. “Tirei o dia para passear por Ponta Grossa, observando os QR Codes dos patrimônios. Eu nunca tinha entrado na Catedral e, quando entrei, fiquei admirada. Olhei o reflexo no chão pensei, é isso. Fiquei bastante impactada e senti que ali era o momento, porque tinha andado por PG inteira e já tinha desistido de participar, porque não tinha conseguido nenhuma foto”, conta a fotógrafa.


Exposição

A exposição com todas as imagens classificadas está instalada na plataforma do Sesc Estação Saudade. O concurso contou com o patrocínio do Centro Europeu e da Soul Vila Velha. Gestor do Parque, Leandro Ribas conta que a ação buscou ampliar o acervo da cidade e levar o nome de Ponta Grossa cada vez mais longe. “É muito importante poder mostrar a cidade pelos mais diversos olhares e atrair cada vez mais pessoas para Ponta Grossa, pois é uma cidade que contém diversos atrativos turísticos e belezas naturais que merecem ser conhecidas por diversas pessoas e que foram registradas pelos ângulos mais variados. É muito importante que os setores que estão diretamente ligados ao turismo se engajem nesse movimento de atrair público para a cidade, porque dessa forma, contribuímos para o crescimento econômico de Ponta Grossa”, comenta Ribas.


Da Assessoria


bottom of page