top of page
  • Foto do escritorHurlan Jesus

Exposição 'Retrato do Invisível' está aberta para visitação

O projeto busca homenagear ilustres desconhecidos, cujas contribuições diárias desempenham um papel crucial no crescimento e prosperidade da cidade de Ponta Grossa

Exposição da artista ponta-grossense, terá diversos pontos de visitação, inclusive para o ano de 2024. Foto: Divulgação


Uma exposição única está em exibição no Centro de Criatividade, sob o título provocativo "Retrato do Invisível: Quem Faz a Cidade Onde Vivemos?" da artista Nessandra Cordeiro. Inaugurada no dia 16 de novembro, a mostra continuará encantando visitantes até a próxima sexta-feira (24), das 13h às 18h, na Av. Visconde de Taunay, 262, no Centro da cidade.


Mas a jornada da exposição está longe de terminar. A partir do dia 25 de novembro até 9 de dezembro, o Centro de Estudos Cênicos Integrado (Ceci), localizado na Dr. Colares, 811, no Centro, abrirá suas portas para receber a exposição. E também, o trabalho será exposto entre os dias 10 de dezembro até 10 de janeiro, no Terminal Central. Em 2024, novos epaços culturais da cidade irá receber a exposição. "Retrato do Invisível".


Este projeto foi selecionado pelo edital 011/2023 do Fundo Municipal de Cultura, destacando-se entre diversas propostas pela sua abordagem inovadora e impactante. "Retrato do Invisível" é uma parte essencial do projeto mais amplo intitulado "Retrato Invisível", idealizado por Nessandra Cordeiro. Ela explica: "Esta exposição é parte do resultado do projeto que busca homenagear Ponta Grossa pelos seus 200 anos, através daqueles que, de certa forma, são 'invisíveis' na construção diária de nossa cidade".


A exposição destaca a riqueza da diversidade presente em Ponta Grossa, não apenas nas figuras conhecidas e notáveis, mas principalmente naqueles que trabalham incansavelmente nos bastidores, muitas vezes sem o reconhecimento merecido. Ponta Grossa é uma cidade onde pessoas de diferentes origens, culturas e experiências convergem para criar a sua identidade. O projeto busca homenagear esses ilustres desconhecidos, cujas contribuições diárias desempenham um papel crucial no crescimento e prosperidade da cidade.


"Comemorar os 200 anos de uma cidade é homenagear, através destes ilustres desconhecidos, a diversidade manifestada, expandir horizontes, abandonar nossos preconceitos e estereótipos, criando novos laços e conexões na nossa 'Princesa dos Campos'", destaca Nessandra Cordeiro.


A exposição tem uma página oficial no Instagram, lá sempre será atualizada as informações da exposição "Retrato do Invisível: Quem Faz a Cidade Onde Vivemos?" de Nessandra Cordeiro.



Comments


bottom of page