• Redação

Depois de dois anos, festa do Divino volta a acontecer

A festa acontece no próximo domingo. Haverá procissão, missa e vários alimentos serão comercializados

A Casa do Divino é um patrimônio histórico religioso tombada pelo Conselho de Patrimônio do município pelo seu valor arquitetônico e Culto ao Divino. Foto: Thailan Jaros


A tradicional Festa do Divino volta a contar com os devotos, depois de dois anos sem ser realizada. Neste domingo (5), a procissão sairá às 10h30, da frente da Casa do Divino, com as bandeiras e a imagem do Divino, seguindo à Catedral Sant’Ana, onde acontecerá missa celebrada pelo bispo Dom Sergio Arthur Braschi.


Às 12h30, bandeira e imagem retornam à Casa. Já a partir das 10 horas, e durante todo o dia, serão vendidos pastel, bolo, café, bebidas, e, no almoço, risoto, galeto, maionese e farofa. A porção serve duas pessoas e vai ser disponibilizada, separadamente, cada a R$ 15.


Além da Santa Missa com Dom Sergio, às 15 horas, os devotos poderão participar da Novena do Divino. As novenas, na verdade, começaram já dia 28. “Finalmente, depois de dois anos, voltamos com a nossa Festa do Divino. Não temos como saber como a comunidade vai reagir, como será o retorno do povo, mas a expectativa é boa”, comenta a coordenadora da Casa do Divino, Lídia Hoffman Chaves. Segundo ela, serão feitos cerca de 200 almoços para servir. “Não terá tenda, mas algumas mesas e cadeiras serão colocadas na rua, que estará fechada. Quem preferir, poderá levar as porções para casa”, conta.


De acordo com Lídia, a organização da festa está precisando de ajuda. Quem quiser, pode doar óleo, peito de frango, carne moída ou ajudar financeiramente, via PIX. Os dados bancários podem ser conseguidos no telefone (42) 9956-4884.


A Festa do Divino tem o apoio da Diocese de Ponta Grosso e da Prefeitura Municipal. Em média, cerca de três mil pessoas passavam pela festa antes da pandemia.


Da Assessoria