• Redação

Como repaginar seu visual e o que ele revela sobre você

Confira a Coluna Estilo e Moda por Silvana Hass desta semana

Como repaginar seu visual e o que ele revela sobre você. Foto: Reprodução

A relação do vestuário dos homens e mulheres não se limita apenas à necessidade de proteção, proporciona aos seres humanos diferenciarem-se socialmente. Essa tradição pode ser observada desde o início da história do vestuário, quando a corte e a alta burguesia imitavam os trajes dos governantes, durante muitos séculos.


A fim de suprir as necessidades de homens e mulheres é que o ramo de vestuário e confecção foi criado. É importante deixar claro que a moda propriamente dita segue as suas próprias leis “formais”, não se pode, subestimar o seu papel de séculos onde alinhada a ela se desempenha o gosto pelo belo, pelas cores, pelas linhas e pelas formas.


Um segmento que se estabelece no mercado mundial extremamente competitivo de toda cadeia têxtil, incluindo matérias-primas, e que movimenta, por ano bilhões. Moda engloba estilo, personalidade, atitude, glamour e dinheiro. Por trás das peças de vestuário expostas na vitrine, há uma indústria poderosa, uma engrenagem envolvendo inúmeros profissionais.


As semanas de moda são as principais responsáveis por divulgar o trabalho de novos estilistas e movimentar uma indústria que não para de crescer mesmo quando o mundo passe por uma crise seja ela qual for, pois, até mesmo nesta hora ela cumpre uma de suas três pilastras de existir “pudor, proteção e diferenciação” aqui citamos que as doações para quem perde tudo roupas, logo chegam até elas para que se cumpra o papel de proteger o outro.


Vestir é um gesto diário. Esse hábito pode ser feito de maneira consciente ou inconsciente. Não é apenas questão de dinheiro é de estilo e atitude.

Hoje vamos passar algumas sugestões para você receber ainda mais elogios pela escolha do seu look:


Looks monocromáticos: quando você aposta em uma cor única da cabeça aos pés fica muito extremamente elegante.


Não caia no modo piloto automático na hora de escolher o que vestir, isso faz acessar a parte inconsciente do seu cérebro e a última coisa que ele vai querer fazer é sair desta zona conforto, sua mente se fecha para algo novo e a mudança traz desconforto e insegurança a então zona de conforto prevalece, ou seja, a mesma camiseta cinza de sempre está ótima não preciso mudar. Lembre-se que usar sua criatividade permite nascer novas linguagens não verbais.


Alfaiataria: Elas são atemporais clássicas, porém não iguais a toda temporada, elas mudam com novas cores, modelagem, texturas e padronagens.

Casacos: investir em um casaco de boa qualidade, com uma boa lã, é valido o investimento, pois ele pode te acompanhar por muitas temporadas sendo peça chave para finalizar um visual sofisticado.


Bolsas: estruturadas e firmes é um investimento necessário.


Acessórios: Adicione acessórios poderosos para finalizar seu look do dia.


Sapatos: Cada uma precisa considerar os seus limites, mas a compra bem enformada traz mais retorno. Tons neutros agregam elegância.


Escolha sempre o que fizer sentido para você, favorecendo seu corpo e sinta-se incrivelmente bem, pois suas escolhas irão provocar consequentemente reflexões que impactam diretamente o seu visual e a consequência da maneira como você se apresenta, será notado(a) por pessoas a sua volta e elas passam a fazer esta leitura não verbal de sua postura e sim! Elas passam a interpretam melhor seus conceitos.


Por Silvana Hass