• Redação

Alunos de Turismo promovem passeio com migrantes nesta sexta-feira (18)

A atividade será guiada pelo centro da cidade, para mostrar a história e cultura de Ponta Grossa

Alunos de Turismo promovem passeio com migrantes nesta sexta-feira (18). Foto: Fábio Ansolin


Alunos de Turismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), em parceria com o Projeto de Promoção dos Direitos de Migrantes (ProMigra), promovem, nesta sexta-feira (18), uma tarde de passeio com migrantes internacionais. A atividade será guiada pelo centro da cidade, para mostrar a história e cultura de Ponta Grossa.


O roteiro da atividade inicia com ponto de encontro às 13h15 no Terminal Central, seguindo para Estação Saudade, Museu Campos Gerais, Catedral Sant’Ana e prédio da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Culturais (Proex). A proposta faz parte da disciplina de Administração Aplicada ao Turismo, ministrada pela professora Mirna de Lima Medeiros. “Dentro da disciplina, os alunos precisam desenvolver um projeto no qual aplicam o planejamento, organização, direção e controle”, informa.


Em 2022, os alunos optaram por realizar a atividade juntamente com o ProMigra, para aprender os conceitos na prática, como hospitalidade, patrimônio e língua estrangeira. “Os migrantes poderão conhecer um pouco mais sobre Ponta Grossa e o seu patrimônio histórico-cultural, com suas famílias e os alunos de Turismo, ao mesmo tempo que poderão falar sobre sua cultura e experiências”, completa Mirna.


De acordo com Anna Isabela Costa, assistente social do Promigra, um dos objetivos do programa é o desenvolvimento de atividades culturais e educacionais que promovam cidadania, direitos humanos e inclusão social na questão migratória. “Nisso se inclui o passeio turístico por Ponta Grossa, que é uma atividade muito importante para fortalecer ou até mesmo criar um sentimento de pertencimento dos migrantes ao município, conhecendo sua história e se conectando à cidade”, explica. Além do acolhimento aos migrantes quando chegam, atividades de integração são essenciais. “Por isso essa atividade se trata de uma ação cultural que promove a cidadania e o sentimento de pertencer”.


As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas no formulário aqui.


Da Assessoria