• Redação

Vila Velha recebeu em um ano quase 60 mil visitantes

Há um ano sob nova administração, o local celebra balanço de bilheteria em período atípico devido pandemia

após seis meses de fechamento preventivo para o combate à pandemia da Covid-19, o Parque Vila Velha recebeu 57.679 visitantes. Foto: Divulgação

Desde a sua reabertura, no dia 4 de setembro de 2020, após seis meses de fechamento preventivo para o combate à pandemia da Covid-19, o Parque Vila Velha recebeu 57.679 visitantes. Nesse período de um ano, em três meses o parque teve um público maior que no período respectivo anterior à pandemia, apesar de operar com sua capacidade de visitação reduzida em 50%. As novidades implantadas no último ano pela Soul Vila Velha, concessionária do parque, foram bastante procuradas pelos visitantes: mais de 10 mil pessoas desceram na Tirolesa e quase 5 mil se desafiaram no circuito de Arvorismo.


O e-commerce foi responsável pelas vendas de 1/3 dos ingressos nesse primeiro ano, mostrando um novo e crescente comportamento do consumidor. Os turistas que mais aproveitaram as novidades do parque nos últimos 12 meses foram os de Curitiba (33,65%), seguidos pelos de Ponta Grossa (17,61%) e São Paulo (4,36%).


Leandro Ribas, gestor da Soul Vila Velha, afirma que este sucesso se dá, principalmente, pelas novidades implantadas no parque. “Reformulamos todo o padrão de atendimento, nossa estrutura de operação, construímos uma nova Praça Central, implantamos quatro núcleos gastronômicos, reformamos o Centro de Visitantes, implantamos novas atrações de aventura imersivas na natureza e mudamos até mesmo a forma como o visitante experimenta tudo isso, agora ele tem mais liberdade para aproveitar essas experiências por meio de um passeio autoguiado”, afirma.


Desde 2020, a concessionária já implantou novidades substanciais que transformaram a experiência de quem visita o local e o parque aposta na visita sensorial para conquistar os turistas. “Transformamos desde coisas visíveis até detalhes que parecem normais para quem não conhecia o parque antes da nossa gestão. Antigamente, os ônibus dos traslados internos – também reformulados – precisavam passar por fora do parque para chegar às Furnas e Lagoa Dourada. Restauramos a ponte interna que fazia essa ligação e, agora, os visitantes não saem mais do parque para conhecer todos os atrativos naturais, o que torna a experiência muito mais cômoda e imersiva”, conclui.


No próximo fim de semana e feriado de 7 de setembro – também dia 8 para moradores de Curitiba –, o parque vai abrir normalmente. Excepcionalmente, o parque seguirá aberto e não vai fechar na terça-feira da próxima semana (07/09). O parque fica aberto para visitação das 9h às 17h, mas a chegada recomendada para aproveitar todas as atrações e conhecer todo os atrativos é até as 13h. Os visitantes podem garantir o ingresso de forma antecipada e agendar o seu horário para as principais atrações pelo site ou comprar na hora da visitação diretamente na bilheteria do local.


Da Assessoria