top of page
  • Foto do escritorRedação

Sanepar apresenta a 'História do Saneamento' no PG Memória 2023

Painéis e palestras detalham a evolução dos sistemas de água e de esgoto e as ferramentas utilizadas pela Companhia

Sanepar apresenta a 'História do Saneamento' no PG Memória 2023. Foto: Divulgação

Dos poços, olhos d’água e chafarizes do início do século XX, à operação automatizada de captações, estações e reservatórios dos dias de hoje, os sistemas públicos de abastecimento de água e também de coleta e tratamento de esgoto estão sempre sendo aprimorados para acompanhar o desenvolvimento das cidades.


Essa evolução de estruturas, tecnologias e processos, foram temas de duas palestras apresentadas pela Sanepar na 5ª edição do PG Memória, que está sendo promovido pela Prefeitura Municipal de Ponta Grossa entre os dias 16 e 19 de agosto, no parque do Lago de Olarias.


“O crescimento da cidade impacta na gestão do saneamento. Ao mesmo tempo, quanto mais você preserva os recursos hídricos, mais matéria-prima você terá para poder atender a população. Daí a importância dos cuidados com os nossos mananciais”, explica a gestora de educação socioambiental da Sanepar, Luciana Garcia.


Ela lembra que o primeiro processo de tratamento de água de Ponta Grossa utilizava uma tecnologia russa, e a partir de 2009, um sistema francês. “No reservatório Botuquara, antes a abertura dos registros de manobra era feita de forma manual, hoje temos a automação muito presente em nossos sistemas.


Então, fazer este caminho pelo patrimônio histórico e cultural, nos dá ferramentas para refletir sobre a questão ambiental. Conhecer o passado, compreender a evolução, para preservar os recursos hídricos que temos hoje”, reforça.


Sobre este tema, Luciana Garcia ministrou as palestras “A história de Ponta Grossa pelo viés do saneamento” e “Patrimônio Histórico e Cultural como Ferramenta de Educação Ambiental”, nas manhãs de 16 e 17 de agosto, no Espaço Saberes do PG Memória. No “Espaço Memórias Vivas”, até sábado (19), os visitantes também podem conhecer um pouco mais da história do saneamento por meio da exposição de painéis.


História

A Sanepar possui programas educacionais, museu e espaços de memória, exposições e pesquisas relacionadas ao patrimônio histórico-cultural do saneamento nos municípios onde atua. “Usamos todo esse patrimônio como ferramentas para trabalhar a educação ambiental e valorizar a cultura e a história dos sistemas”, explica Luciana.


Em Ponta Grossa, a Companhia mantém um Espaço de Memória no Reservatório Botuquara, ao lado da Central de Relacionamento da Sanepar. Primeiro reservatório de água da cidade, ele foi inaugurado em 1914, e ainda está em operação.


Em homenagem ao aniversário de 200 anos de Ponta Grossa e aos 60 anos da Sanepar, o Reservatório está passando por manutenção, e deve ser reaberto para visitação da comunidade nos próximos meses. Para agendamentos de visitas e palestras, os interessados podem entrar em contato com a Sanepar pelo link.


Da Assessoria

Comments


bottom of page