top of page
  • Foto do escritorRedação

PG libera R$ 550 mil para novos projetos selecionados pelo Promific

Durante o evento, foram entregues certificados dos projetos aprovados para captar recursos através do Programa Municipal de Incentivo Fiscal à Cultura

Prefeitura de Ponta Grossa libera R$ 550 mil para novos projetos selecionados pelo Promific. Foto: Divulgação

A Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria Municipal de Cultura, promoveu nesta quinta-feira (23), a entrega dos Certificados de Aprovação aos proponentes contemplados pelo Programa Municipal de Incentivo Fiscal à Cultura (Promific).

A solenidade foi realizada no Gabinete da prefeita Elizabeth Schmidt, contou com a presença dos autores dos projetos selecionados e aptos a realizar a captação de recursos do IPTU junto a pessoas físicas e empresas.

“A cultura tem papel central na formação da nossa sociedade e mobiliza uma série de setores da nossa economia. Por isso, temos destinado recursos e esforços para que nosso setor cultural cresça e se desenvolva cada vez mais, gerando assim empregos, renda e trazendo novas experiências, novas histórias e novas sensações para a nossa população”, destaca a prefeita Elizabeth Schmidt.

De acordo com o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal, ao todo, 19 propostas estão incluídas nesta edição do Programa. “O Promific é uma iniciativa muito importante de fortalecimento e de incentivo à cultura de Ponta Grossa, pois permite que artistas das mais diversas áreas tenham a estrutura necessária para desenvolverem seus projetos e apresentá-los para a comunidade, criando assim um ambiente positivo tanto para os artistas, quanto para as empresas que participam deste processo e a população”, comenta Portugal.

O valor total previsto pelo Município para esta edição do Promific foi de R$ 620 mil, sendo liberados, após o processo de avaliação das propostas, aproximadamente 550 mil com os valores divididos da seguinte forma: 11 projetos na Categoria 1, de R$16 mil; dois projetos na Categoria 2, de R$25 mil e seis projetos na Categoria 3, de R$ 54,2 mil. Os proponentes terão até dois anos para executarem os projeto e a prestação contas da utilização correta do dinheiro captado.

Entre os selecionados para esta edição está Ligiane Ferreira com o projeto “Glória do Meu Quilombo e a Importância de Carolina Maria de Jesus”. Utilizando histórias do seu pai e da autora Carolina Maria de Jesus, a iniciativa percorre escolas da cidade com palestras que tratam sobre a comunidade quilombola de Ponta Grossa, a vivência de seu pai neste local, além de tratar da obra de Carolina Maria de Jesus e discutir a influência negra na história do Município.

“O Promific veio, uma questão que a gente tem uma equipe toda. Gera trabalho, gera profissionais envolvidos e isso é muito legal. Ano passado nós tivemos vários depoimentos fantásticos nas escolas e o Promific proporciona isso para o artista, sabe, estar levando, ter uma equipe, ter contato com o público, então para a gente é muito importante, muito gratificante isso”, completa Ligiane.

Outra proposta selecionada é a de Hurlan Jesus, responsável pelo site ‘culturacao.com’. Ele conta que o projeto se trata de “um portal de notícias aliado a um programa de rádio com o objetivo dar voz para produtores e agentes culturais do Município e também da região”.

“A importância do Promific é fundamental, porque é um incentivo municipal para projetos culturais que às vezes não atraem o mercado e essas iniciativas ajudam a cobrir essa carência que muitos projetos acabam tendo como desafio, que é a captação de recursos para mantê-los vivos”, finaliza.

Como funciona o Promific? O programa permite que produtores e artistas ponta-grossenses busquem recursos junto a pessoas físicas e empresas que desejam patrocinar projetos culturais do município através do repasse de parte do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) diretamente para os artistas.

Através desse programa, a prefeitura incentiva o mercado cultural da cidade, dando oportunidade para artistas e demais profissionais da área realizarem seus projetos. Com isso, também oferece à população produtos artísticos e culturais de alta qualidade. A destinação de recursos pode chegar a até 60% do valor do IPTU do patrocinador.

Os Certificados de Aprovação, assinados pela prefeita Elizabeth Schmidt e pelo secretário de Cultura Alberto Portugal, permitem que o proponente possa dar início à captação de recursos junto aos patrocinadores.

As empresas patrocinadoras dos projetos terão sua marca em todo o material de divulgação, atingindo novos públicos e sendo reconhecida ao vincular seu nome com projetos culturais de qualidade com contrapartidas sociais.


O catálogo completo, com todos os projetos contemplados pelo Promific e os contatos dos artistas, para quem tiver interesse em patrocinar, poderá ser encontrado no site da Secretaria Municipal de Cultura, na aba ‘Promific’.

Produtores culturais do CulturAção recebem as certificações do Promific pelos projetos "culturacao.com" e "Programa CulturAção". Foto: AllanChristian


Da Assessoria

Commenti


bottom of page