top of page
  • Foto do escritorRedação

Paraná recebe “Ilíada”, com Letícia Sabatella e Daniel Dantas

Recitada em festivais na antiguidade por séculos, é considerada a obra fundadora do pensamento ocidental

Guairinha recebe “Ilíada”, com Letícia Sabatella e Daniel Dantas, de sexta a domingo. Foto: Gilson Camargo


Após sucesso viajando pelo País, chega nesta semana a Curitiba o espetáculo teatral “Ilíada”, primeiro projeto em que Letícia Sabatella e Daniel Dantas trabalham juntos. O casal de atores encena dois cantos do poema clássico de Homero, com direção de Octavio Camargo, da Cia Iliadahomero de Teatro, de Curitiba. Será uma temporada de três apresentações no palco do auditório Salvador de Ferrante do Teatro Guaíra (Guairinha) neste final de semana, dias 24, 25 e 26 de novembro (sexta a domingo) às 20h. Os ingressos estão à venda pelo Disk Ingressos.


“Ilíada” passou por oito cidades brasileiras em temporadas com teatros lotados. Nas apresentações em Curitiba serão encenados dois momentos da Guerra de Troia. Daniel Dantas apresenta o Canto 1, que traz o estabelecimento do conflito interno entre os gregos e suas motivações. No Canto 20, a cargo de Letícia Sabatella, ocorre o retorno triunfal do herói Aquiles ao campo de batalha.


Recitada em festivais na antiguidade por séculos e insumo essencial para a educação no mundo grego, “Ilíada” é considerada a obra fundadora do pensamento ocidental.


Foto: Gilson Camargo

“Participar deste lindo projeto tem sido um marco, pelo contato com a obra tão formadora da nossa cultura”, afirma Letícia Sabatella, que lembra dos desafios do trabalho. “A exigência de dar conta de tantas personagens que atravessam a história contada em forma poética e picaresca pelo narrador, a múltipla linguagem teatral que vai desde uma comédia de costumes à tragédia, passando pela aventura dramática e a contação de história”, diz.

Foto: Gilson Camargo

Para Daniel Dantas, este trabalho traz características que o ator buscava em sua trajetória artística. “Tem sido pra mim uma experiência incrível. Fui percebendo que correspondia a muita coisa que eu queria fazer, como interpretar um grego e ter uma atuação em que eu fizesse basicamente o narrador e ao mesmo tempo indícios de personagens”, completa. Nos dois cantos apresentados no palco do Guairinha estão presentes nomes como Agamemnon, Aquiles, Júpiter, Juno, Nestor, Ulisses, Vulcano, Eneias, Heitor, Apolo, entre outros personagens da mitologia grega.


O espetáculo é dirigido por Octavio Camargo, fundador, em 1999, da Cia Iliadahomero de Teatro, que tem como objetivo trazer aos palcos o texto original de “Ilíada” e de outras obras literárias de interesse universal. Das várias traduções existentes, a Cia Iliadahomero de Teatro utiliza a realizada por Odorico Mendes, feita diretamente do original grego, publicada em 1874. “É uma tradução experimental, um português que nunca foi falado pelos mortais, assim como os poemas de Homero, escritos numa fusão de pelo menos quatro dialetos, uma língua dos Deuses”, afirma.


Luz

A iluminação fica por conta de Beto Bruel, um dos maiores e mais premiados iluminadores cênicos do Brasil. Em sua trajetória ligada ao Teatro José Maria Santos, que integra o Centro Cultural Teatro Guaíra, considera “Ilíada” um dos trabalhos mais desafiadores que já realizou. “Nesse projeto com tantos personagens, eu vou iluminar cada um com sua própria iluminação, que é um grande desafio. Eu acho que o sonho de todo iluminador é que apareça um desafio desse”, relata.


“Os personagens aparecem várias vezes. No caso de Juno eu coloquei uma contraluz azul. Sempre que ela aprecia, a plateia já identificava que era aquele personagem. Tem vários estudos com cores. No caso do personagem Ulisses, tinha uma luz recortada, outros tinham contraluz, luz de chão, sombra na parede”, explica. Desta forma, a plateia pode identificar o personagem em cena. “Ilíada” tem um total de 24 cantos, com cerca de 100 personagens. Bruel criou a iluminação de cada um.


Curitiba

Em 2022, Daniel Dantas e Letícia Sabatella apresentaram os dois cantos da "Ilíada" na abertura do 32º Festival de Inverno da Universidade Federal do Paraná (UFPR), na cidade de Antonina, no Litoral. Desde então, resolveram levar a montagem para outras cidades do Brasil, que já passou por Rio de Janeiro, Niterói, Porto Alegre, Brasília, Goiânia, São Luiz e Campos de Goytacazes, sempre recebida com muito sucesso pelo público.


Companhia Teatral

O texto integra o repertório da Cia Ilíadahomero de Teatro, de Curitiba, fundada pelo diretor em 1999 e tem por objetivo a encenação do texto integral da “Ilíada” e da “Odisseia” de Homero, entre outras obras literárias de interesse universal. Além do Brasil, a companhia já realizou apresentações em outros países como Grécia, Holanda e Portugal. Neste ano, apresentou “Ilíada” na Língua Brasileira de Sinais (Libras), em um projeto muito bem recebido pelo público e imprensa, em parceria com a produtora cultural Fluindo Libras. A Cia Ilíadahomero de Teatro é hoje a única companhia de rapsodos do mundo, ou seja, com atores que falam os cantos de “Ilíada” de cor.


Serviço:

“Ilíada”, de Homero, com Daniel Dantas e Letícia Sabatella – direção de Octavio Camargo

Datas: 24, 25 e 26 de novembro (sexta a domingo)

Horário: 20h

Local: Teatro Guaíra - Auditório Salvador de Ferrante (Guairinha)

Endereço: Rua XV de Novembro, 971, Centro (Curitiba-PR)

Ingressos: Plateia por R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia); Balcão por R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia) à venda pelo Disk Ingressos

Classificação: 12 anos

Duração: 70 minutos


Por AEN

Comments


bottom of page