top of page
  • Redação

Museu Oscar Niemeyer promove oficina de gravura sobre Poty Lazzarotto

A atividade é gratuita, mas exige inscrição prévia. Indicada para pessoas com mais de 15 anos, a oficina terá 1h30 de duração e conta com 20 vagas disponíveis

A mostra do artista Poty Lazzarotto (1924 - 1998) reúne 130 trabalhos e é um recorte da coleção doada à instituição, que conta com aproximadamente 4,5 mil unidades. Foto: Roberto Dziura Jr.



O Museu Oscar Niemeyer (MON) oferece ao público na próxima terça-feira (6), às 14h, uma oficina de gravura ministrada por Juliane Fuganti. A artista é assistente de curadoria da exposição “Poty, Entre Dois Mundos”, em cartaz na torre do Olho do MON.

A atividade é gratuita, mas exige inscrição prévia. Indicada para pessoas com mais de 15 anos, a oficina terá 1h30 de duração e conta com 20 vagas disponíveis.


Após uma breve conversa sobre a construção poética ilustrada de Poty Lazzarotto, a atividade irá propor uma reflexão sobre as escolhas do artista, revendo seu processo de criação e estabelecendo conexões a partir da poética e das técnicas da gravura. A oficina abordará, entre outros, a diversidade de processos envolvidos na construção de uma pesquisa em arte.


Poty, Entre Dois Mundos

A exposição, em cartaz na Torre do Olho do Museu Oscar Niemeyer, reúne aproximadamente 130 obras e é um recorte da maior coleção já doada à instituição, com aproximadamente 4,5 mil obras. A mostra “Poty, Entre Dois Mundos” inicia no MON um espaço contínuo de exposições deste importante artista.


Juliane Fuganti, artista e assistente de curadoria da exposição, nasceu em Joaçaba (SC), em 1963. Atuou como professora de Desenho e Gravura da Embap/Unespar/PR. Formada em Economia (FAE) e em Pintura (Embap), tem mestrado em Poéticas (UFBA). Participou de diversos salões oficiais no Brasil, como Salão Paranaense, Salão Brasileiro do Desenho, Salão de Pernambuco, Salão da Bahia e Salão Victor Meirelles S.C, também da Mostra da Gravura de Curitiba e da Bienal Internacional de Curitiba.


No Exterior, participou da Trienal de Gravura de Kracóvia (2000), Bienal Bela-Porto (2012), Bienal de Assunção (2017) e Bienal de Gaia (2021). Realizou individuais e coletivas no Brasil e no Exterior, em cidades como Londres, Madri, Lisboa, Porto, Frankfurt, Berlim, Paris, Lyon, São Petersburgo e Nova York. Em 2001, foi selecionada para o programa de residência de artista em Lyon, na França.


Sobre o MON

O Museu Oscar Niemeyer (MON) é patrimônio estatal vinculado à Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura do Paraná. A instituição abriga referenciais importantes da produção artística nacional e internacional nas áreas de artes visuais, arquitetura e design, além de grandiosas coleções asiática e africana.


No total, o acervo conta com aproximadamente 14 mil obras de arte, abrigadas em um espaço superior a 35 mil metros quadrados de área construída, sendo 17 mil de área para exposições, o que torna o MON o maior museu de arte da América Latina.


Serviço:

Oficina de Gravura com Juliane Fuganti

Data: 6 de novembro, terça-feira

Horário: 14 horas

Atividade gratuita, mediante inscrição prévia


Por AEN

bottom of page