• Redação

Evento online da UEPG celebra o Dia Internacional do Idoso

O objetivo do evento é abordar diferentes temas em relação ao processo do envelhecimento, relacionados à preservação dos direitos, da saúde, do respeito e dignidade das pessoas idosas

Evento online da UEPG celebra o Dia Internacional do Idoso. Foto: Aline Jasper

“Velhice não é doença: envelhecimento ativo e inclusivo”. Para celebrar o Dia Internacional do Idoso, nesta sexta (01), a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) promove um evento online. A atividade foi organizada pelos projetos de extensão UEPG Natividade; Núcleo de Assistência Social, Jurídica e de Estudos sobre a Pessoa Idosa (Nasjepi); e Liga Acadêmica de Geriatria e Gerontologia, em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa (CMDPI).


O objetivo do evento, segundo a professora Danila Corazza, é abordar diferentes temas em relação ao processo do envelhecimento, relacionados à preservação dos direitos, da saúde, do respeito e dignidade das pessoas idosas. A transmissão acontece nos canais do Youtube do Nutead-UEPG e do Nasjepi-UEPG.


A primeira parte do evento, entre 9h e 11h, discute a importância do envelhecimento ativo e inclusivo. Ressaltando a abordagem multiprofissional, as falas de professores de áreas da Saúde divulgam estratégias de intervenção adequadas a diferentes populações de idosos e abordam a importância do envelhecimento ativo, com a prática de exercícios físicos, e da funcionalidade, tanto para a saúde física quanto mental.


Das 17h30 às 19h30, a segunda parte do evento discute a inclusão da velhice como doença na Classificação Internacional de Doenças (CID) no ano de 2022. A ideia, segundo a organização, é alertar à sociedade sobre os impactos e consequências dessa inclusão para a população idosa, no que diz respeito ao preconceito, idadismo e a não compreensão do envelhecimento como um direito e a velhice como uma das etapas do ciclo da vida. As reflexões abordam os motivos pelos quais a velhice não pode ser categorizada como doença, diante dos avanços já obtidos.


Para se inscrever, é só preencher os formulários referentes aos períodos da manhã e tarde. Confira a programação do evento:


1ª live – “Velhice não é doença: envelhecimento ativo e inclusivo”

9h00 – Apresentação do evento – Professora Dra. Danilla Icassatti Corazza

9h20- UEPG Natividade – A importância da prática do exercício físico para pessoas idosas – Profa. Dra. Luiza Herminia Gallo

9h40- A importância da funcionalidade no envelhecimento ativo – Profa. Dra. Jacy Aurelia Vieira de Sousa

10h – Benefícios do envelhecimento ativo para a saúde mental – Prof. Dr. José Luiz Riani Costa

10h20 – 10h50 – Espaço para debates e questionamentos.


2ª live – “Velhice é doença?”

17h30 – Apresentação do evento – Profª Ms. Maria Iolanda de Oliveira, coordenadora do NASJEPI/UEPG e Maysa N. V. Costa, Presidente do CMDPI-PG

17h40 – Mesa de debates: Discussão sobre a inclusão da velhice como doença na Classificação Internacional de Doenças no ano de 2022 – debate sobre a importância de preservar o respeito e a dignidade de pessoas idosas – Profa. Ms. Maria Iolanda de Oliveira, Prof. Dr. Egídio Lima Dórea, Profa. Ms. Maria Lucia Secoti Filizola, Profa. Ms. Marta Eugenia Fontenele Pimenta

19h00 – Espaço para questionamentos e debate

19h25- Encerramento do evento


Da Assessoria