• Redação

Curso de Direito da Unicesumar realiza evento para a comunidade

Atividade acontece no próximo dia 7 e tem como foco a resolução de questões relacionadas ao Direito das Famílias

O evento será realizado das 13h às 17h na sede da Instituição e é aberto à comunidade. Foto: Divulgação

Professores e alunos do Campus da Unicesumar em Ponta Grossa realizam na próxima quarta-feira (7) o evento "Justiça Mais Perto de Você", focado na orientação, encaminhamento e resolução de conflitos na área do Direito das Famílias. O evento será realizado das 13h às 17h na sede da Instituição e é aberto à comunidade externa - a proposta é prestar atendimento jurídico para famílias da comunidade ponta-grossense.


A professora Gilmara Takassi explica que, durante o evento e com orientação de professores, os estudantes vão atender casos da área do Direito das Famílias, especialmente, Ação de alimentos (pensão alimentícia), guarda, regulamentação do direito de visita/convivência, divórcio, reconhecimento/dissolução de união estável, partilha de bens; além de questões envolvendo Direito de vizinhança, retificação de nome, tutela e curatela. "Essa é uma atividade muito importante para que os alunos se aproximem da prática do Direito e também contribuam de alguma forma com a nossa comunidade", explica a docente.


Para a coordenadora do Centro de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas do Campus da Unicesumar em Ponta Grossa, professora Adiléia Ribeiro, eventos como este são fundamentais para aproximar aquilo que é ensinado e aprendido no ambiente do Ensino Superior da comunidade que nos cerca. "A Unicesumar é uma instituição que valoriza e muito o fortalecimento da comunidade local. Este evento, assim como vários outros que realizamos, busca dar nossa contribuição", conta Adileia.


A professora do Curso de Direito, Gilmara Takassi, explica que para ter direito à Justiça Gratuita (isenção no pagamento de taxas do Poder Judiciário) o cidadão pode ter uma renda formal comprovada de até três salários mínimos, pouco mais de R$ 3,6 mil. E caso a renda ultrapasse, para a abertura do procedimento no CEJUSC será necessário o recolhimento das custas, no valor de R$ 214,00. Além disso, o(a) interesasado(a) em entrar com a ação deve ter conhecimento do nome completo da parte contrária, telefone, endereço e se possível, número ou cópias de documentos como RG e CPF.


Documentos necessários

Para ser atendido(a) pelos estudantes e professores, o cidadão deve portar CPF, RG, comprovante de residência atualizado, carteira de trabalho, comprovante de renda, certidão de nascimento, certidão de casamento, certidão de união estável (se houver) e certidão de bens (expedida no máximo nos últimos 30 dias). O atendimento é destinado para pessoas carentes, especialmente aquelas com renda inferior a três salários mínimos.


Da Assessoria