top of page
  • Foto do escritorRedação

Biblioteca da UEPG possui mais de mil livros raros e especiais

O espaço é composto por 1.054 livros, catalogados e armazenados em condições adequadas para sua preservação

Biblioteca Central da Universidade Estadual de Ponta Grossa (Bicen-UEPG) conta com um acervo de Obras Raras e Especiais. Foto: Gabriel Miguel


Com luvas nas mãos, máscara no rosto e muito cuidado, Aline Nigelski pega um livro da pilha. Trata-se de uma obra antiga, com páginas amareladas fragilizadas pelo tempo e cujo título ficou desbotado na capa de couro. Após abrir com delicadeza, uma raridade aparece: é a obra “Álbum de Antropo-Geografia”, escrita inteiramente à mão pelo professor João Rodrigues Becker y Silva. Para preservar essas e outras publicações, a Biblioteca Central da Universidade Estadual de Ponta Grossa (Bicen-UEPG) conta com um acervo de Obras Raras e Especiais. O espaço é composto por 1.054 livros, catalogados e armazenados em condições adequadas para sua preservação.

Foto: Gabriel Miguel

Os textos do livro Álbum de Antropo-Geografia abordam as riquezas geográficas do mundo, acompanhados de ilustrações, também feitas a lápis pelo autor. Datado de 1944, o livro se destaca dentro dessa coleção, sob responsabilidade de Aline. Figura relevante para a educação pública no Paraná e nome de importante colégio estadual em Ponta Grossa, Becker y Silva divide espaço no acervo com Machado de Assis, William Shakespeare, Dante Alighieri, Victor Hugo, entre outros autores aclamados.


Uma vez nesse local, os livros ficam sob o cuidado de uma equipe de servidoras da qual Aline faz parte. Servidora da Biblioteca há onze anos, ela foi a responsável pela organização desse acervo.


Durante a arrumação dos livros, não é difícil a equipe encontrar tesouros nas prateleiras. Entre eles, está a primeira obra catalogada pela Biblioteca da UEPG, uma cópia de “Esaú e Jacó”, de Machado de Assis, publicada em 1960. Apesar de ser a primeira da Bicen, a publicação não é a mais antiga armazenada – o posto pertence à uma cópia de “A Divina Comédia”, de Dante, datada de 1888.


Grande parte dos livros raros e especiais da Bicen são escritos em inglês, alemão e francês e a maioria das obras são estudos na área da saúde. Dentro destes, é possível encontrar anotações de seus antigos donos nas páginas, autógrafos e dedicatórias na contracapa e as marcas do tempo presentes nas manchas no papel. O que todas essas obras têm em comum é a necessidade de preservação adequada.


Cuidado

Apesar de receber cuidados especiais para sua preservação, as obras já estiveram nas prateleiras da Biblioteca Central da UEPG, ao lado de mais de 207 mil livros e periódicos disponíveis para empréstimo. À medida que passam a apresentar determinadas características de raridade, como o preço no mercado, o tipo de encadernação, registros nas páginas e quantidade de exemplares em circulação, elas são retiradas do acervo comum e colocadas no acervo especial, onde são envelopadas em papel adequado e agrupadas de acordo com o seu conteúdo. “O que fazemos aqui é dar mais tempo de vida a esses materiais, para que sirvam de fonte histórica”, afirma a servidora Maria Luzia Fernandes Bertholino.


Foto: Gabriel Miguel

Além de estar atenta às características dos livros, a equipe da Bicen segue critérios e metodologias que auxiliam a definir a raridade de uma obra. Aline explica que o processo de seleção dos livros especiais iniciou na mudança do acervo para o atual prédio da Biblioteca do Campus Uvaranas, inaugurado em 2018. “Outros servidores da Bicen já haviam observado características de raridade em algumas obras. O que fiz foi observá-las com mais atenção e, quando fomos para o novo prédio, separei esses materiais no local onde estão hoje”, relata Aline.


Para a diretora da Bicen, Maria Lúcia Madruga, o acervo é importante não apenas para a Universidade, mas também para a identidade de Ponta Grossa, por ser composto, em grande parte, por doações feitas por pessoas de relevância histórica para a cidade. “Enquanto biblioteca, nossa função é cuidar do patrimônio. O trabalho de cuidar e preservar estas obras agrega para a Bicen um papel de agente preservador da memória”, celebra a diretora.


Trocas de Experiência

Foto: Gabriel Miguel

Os cuidados com livros especiais permitem que a equipe da Bicen-UEPG troque experiências no trabalho de preservação com outras bibliotecas. Em 14 de agosto deste ano, Maria Lúcia e Aline Nigelski conheceram o Setor de Obras Raras da Biblioteca Pública do Paraná (BPP), em Curitiba. O objetivo da visita foi conhecer o processo de limpeza e o armazenamento das obras e buscar aplicá-lo nos materiais da Biblioteca da UEPG. A visita também permitiu mostrar o conhecimento adquirido com o acervo da Bicen. “Aprendemos muito com a experiência deles em armazenamento de livros raros. Em troca, falamos sobre nosso trabalho de pesquisa das obras, algo que temos maior facilidade que eles, por termos todo o acervo especial catalogado”, explica a diretora.

Foto: Gabriel Miguel


Da Assessoria

Comments


bottom of page