top of page
  • Foto do escritorRedação

5º edição do ‘PG Memória’ aborda o tema ‘Álbum de Família’

Atualizado: 12 de ago. de 2023

Evento acontece entre os dias 16 e 19, no Lago de Olarias, destacando lembranças afetivas da cidade

Durante quatro dias, diversas atrações relacionadas à história e memória ponta-grossese serão oferecidas gratuitamente ao público. Foto: Divulgação


De 16 a 19 deste mês, a Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria Municipal de Cultura, realiza a 5ª edição do ‘PG Memória’, o salão do patrimônio cultural do município. Neste ano, o evento acontece no parque do Lago de Olarias. Durante quatro dias, diversas atrações relacionadas à história e memória ponta-grossese serão oferecidas gratuitamente ao público. A promoção faz parte da programação dos 200 anos de Ponta Grossa.


“Resgatar e conservar a nossa memória, o nosso patrimônio, é essencial para que possamos nos entender como sociedade e avançar ainda mais na construção de uma cidade mais unida. Neste sentido, o PG Memória é um grande espaço de encontro e de reencontro com nossas raízes, permitindo um olhar para o passado e uma reflexão sobre toda sua importância para nosso presente e para o nosso futuro. Por isso, aproveito e convida todos a comparecerem e fazerem parte deste grande momento de celebração da nossa história”, destaca a prefeita Elizabeth Schmidt.


Conforme explica o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal, o ‘PG Memória’ é uma “exposição em formato de feira que tem como objetivo contar a história de Ponta Grossa por quem vive a história de Ponta Grossa.” A estrutura será montada com quatro estandes temáticos, que serão espaços para eventos como palestras e minicursos totalmente gratuitos, contados a partir de entidades e pessoas físicas que escolhem abordagens dentro de um grande tema e definidas previamente. “Trata-se do maior evento do patrimônio cultural do Paraná”, destaca o secretário.


Neste ano, o tema do projeto é ‘Álbum de Família’. Os participantes vão compartilhar histórias e memórias, a partir do tema central, com um olhar afetivo. “São abordagens a partir de um ponto de vista bem afetivo. Não é um evento científico e sim de recortes vividos”, diz o secretário Alberto Portugal. Ao todo, serão quatro pavilhões onde os expositores poderão expor ideias relativas a seus grupos, entidades ou associações, ligadas a Ponta Grossa e ao tema central. O pavilhão ‘Memórias Vivas’ terá 34 estandes, com exposições de instituições diversas da cidade.


Esses espaços temáticos vão apresentar diversos aspectos históricos de Ponta Grossa; o ‘Pavilhão das Letras’, com cinco estandes, terá exposições de academias, instituições e associações da área literária; ‘Pavilhão da Segurança’ vai expor aspectos relacionados a essa área; ‘Pavilhão Espaço Saberes’ terá palestras e apresentação de estudos de temas variados. Além desses, o ‘PG Memória’ contará com um palco para apresentações artísticas de várias vertentes e a ‘Feira Sabores das Nações’, promovidas pela Secretaria Municipal de Turismo, com comidas típicas de diversas etnias.


Nesta edição, surgiram diversas ideias que serão apresentadas pelos participantes, como um estande de uma entidade que vai falar de receitas culinárias. “Porque um livro de receita é um álbum de família”, considera o secretário. Outro grupo vai apresentar a composição das casas das famílias ponta-grossenses ao longo da história entre muitos outros temas.

Foto: Divulgação

Da Assessoria

Comments


bottom of page