• Redação

Moda: Casacos se destacam por sua versatilidade

Confira a Coluna "Estilo e Moda" por Silvana Hass desta semana

Os casacos fazem parte da estética visual deste inverno e dão um "up" na moda nesta estação. Foto: Reprodução

O surgimento de novas tecnologias e em especial o surgimento da Internet, mudou drasticamente a forma de nos relacionarmos. Nunca tivemos uma revolução tão expressiva quanto esta. Já não há mais distinção do mundo real para o mundo virtual, eles fazem parte de um todo, e vivem em completa simbiose, o que se inicia ali se completa aqui e vice versa.


A tecnologia presente em quase todos os meios de produção da sociedade moderna inova o mercado de moda, especialmente nos artigos de vestuário, a tecnologia está inserida nos dos meios da produção têxtil, e na construção de fibras tecnológicas.


Neste contexto surgiram novas formas de explorar a moda, que aliada a este novo conceito de transformação se renova, traz uma nova perspectiva em relação a fabricação dos tecidos que continua sendo o início da cadeia de produção do vestuário.


Desta mesma forma, os designers já estão associados a tecnologia no entanto buscam maneiras inovadoras de inserir criatividade neste mercado da indústria têxtil. Já se sabe que na indústria da moda os estilistas precisam ser inovadores e criativos, principalmente porque em um desfile de lançamento de coleção de marcas conceituadas serão inspiração para o consumo e este quando aceito se torna um sucesso desenfreado.

O estilista Karl Lagerfeld, em 2010, criou para a marca Chanel, um desfile onde o grande diferencial das peças estava na forma singular de interpenetrar a visão de qual seria a posição de um casaco de pele animal na moda em um tempo moderno.


O desfile com pele fake imitando o pelo de animal sem que esse precisasse ser sacrificado para o mercado de luxo foi um sucesso, logo aderiu e criação trouxe consciência que estar na moda é praticar o bom senso e tornou-se realidade logo outras marcas aderiram como: Hugo Boss, Calvin Klein, Tommy Hilfiger, Miu Miu, Ralph Lauren entre outras que substituíram as peles de animais por peles sintéticas. É importante salientar que está proposta de “peles sintéticas” está presente nas temporadas até os dias de hoje.


As texturas sintéticas viraram artigos de luxo disputados em novos lançamentos .

O inverno de 2022 chegou associado às sensações e ao pertencimento com HUGGABLE que convida ao abraço.


O que combina facilmente com esse toque macio de pelúcia, pelo baixo, pelo médio, pelo alto e volumoso a sensação é de reviver o prazer de acolhimento potencializado com modelagens levemente amplas e cores suaves, doces e açucaradas como: azul bem clarinho, rosa com um toque soft ao romântico.


Nos casacos pelos altos está aplicado em golas, punhos e bolsos e destaca ainda mais o contraste de texturas do casaco e dos seus detalhes no mesmo tom de coloração, o que valoriza o visual da peça.


Em jaquetas bomber, aviador e outras modelagens já conhecidas a aplicação varia do pelo mais baixo aplicado na gola ou na forração o destaque está nas jaquetas que fazem o mix do couro.


Faz parte da estética visual deste inverno e talvez seja o na minha opinião o “up” da estação é usar ou se permitir usar um casaco que te abrace por inteiro. Esta é a grande diferença entre modelos de coleções anteriores, em 2022 a modelagem é muito fofa, tudo é pele no interior e exterior. É impossível não se apaixonar por este modelo de casaco dublado.


Por Silvana Hass