top of page
  • Foto do escritorRedação

Casa da Cultura de TB recebe a exposição artística de pinturas do professor Renan Castellón

A exposição, que tem o apoio da Secretaria Municipal de Cultura, Esportes e Recreação, ficará até o dia 15 de dezembro

Casa da Cultura de Telêmaco Borba recebe a exposição artística de pinturas do professor Renan Castellón. Foto: Divulgação

O professor e coreógrafo boliviano radicado no Brasil, Renan Castellón, 86 anos, está com uma exposição artística no hall do Centro Cultural Eloah Martins Quadrado (Casa da Cultura), desde o dia 17 de novembro. A exposição, que tem o apoio da Secretaria Municipal de Cultura, Esportes e Recreação e ficará até o dia 15 de dezembro, traz o tema “44 anos dedicados ao desenvolvimento da dança e da cultura em Telêmaco Borba”. Para o chefe da Divisão Cultural, Élyson Gomes, valorizar os artistas que tanto representam a Cultura do município é sempre muito importante.


Professor Renan

Renán Castellón é diplomado no Ballet Oficial de La Paz, Bolívia, com formação completa em dança clássica e espanhola. Participou de cursos de dança na Argentina e na Espanha, trabalhando com mestres da dança como Graciela Urquidi, Augusto Vasques Saavedra, Carmen Bravo, Emma Sintani, Marília Franco, Ismael Guise, dentre outros.


Veio para o Brasil acompanhado da bailarina Emma Sintani. Excursionou por países como Argentina, Paraguai, Chile, Colômbia, México, China, Rússia e Tchecoslováquia, onde recebeu prêmios, diplomas e troféus. Foi diretor e professor do Ballet Oficial de La Paz. Em 2009, foi chamado, carinhosamente, de "Patrimônio Vivo da Dança", como referência à sua longa trajetória como bailarino, professor e coreógrafo, contribuindo na difusão, formação de plateias e desenvolvimento da arte da Dança no Paraná.


Em Telêmaco Borba

No ano de 1980 veio trabalhar em Telêmaco Borba com o nome de “Ballet Jovem de Renan Castellón”, em uma sala cedida pela diretoria do Clube CAMA. Anos mais tarde, a Secretaria Municipal de Cultura o convidou para lecionar nas dependências do Teatro Municipal ainda como uma escola particular, porém a grande procura de crianças e jovens querendo participar do aprendizado de Ballet Clássico e Baile Flamenco o fez realizar um Projeto para que a Secretaria contratasse um diretor e professor para a Escola Municipal de Dança, oferecendo aulas gratuitas para crianças e jovens sem condições econômicas, numa forma de democratizar a arte da Dança.


Organizou a primeira associação cultural com personalidades da sociedade Telêmaco-borbense com a finalidade de promover o desenvolvimento das Artes Cênicas. Criação da Escola Municipal de Dança oferecendo aulas gratuitas para crianças e jovens carentes economicamente, numa forma de democratizar a Arte da Dança.


Prêmios

Honra ao Mérito, como diretor e professor do Corpo de Baile Oficial de La Paz. Melhor profissional do ano, pelo International American Press de Jornalismo. 'Amigo Especial da Dança', da Fundação Cultural de Joinville e Cidadão honorário de Telêmaco Borba em 2001.


Da Assessoria


Comments


bottom of page