top of page
  • Foto do escritorRedação

Vereadores discutem projetos que promovem o uso de chimarrão e tererê em PG

Os projetos em discussão na Câmara de Vereadores têm como objetivo colocar em destaque o chimarrão e o tererê, evidenciando suas raízes culturais gaúchas presentes na cidade

Câmara de Vereadores discute projetos que promovem o uso de chimarrão e tererê em Ponta Grossa. Foto: Reprodução


Nesta semana, a Câmara de Vereadores de Ponta Grossa irá abordar dois Projetos de Lei que dizem respeito ao uso de chimarrão e tererê na cidade. Os projetos foram apresentados pelo vereador Jairton da Farmácia, do partido União Brasil, e serão submetidos a votação durante a sessão ordinária de segunda-feira (8). Um dos projetos busca promover eventos que envolvam o comércio e foodtrucks.


O primeiro projeto, de número 73/2023, propõe que o chimarrão e o tererê sejam oficialmente reconhecidos como bebidas representativas do município de Ponta Grossa. O vereador justifica a proposta como uma forma de valorizar e preservar as manifestações culturais tradicionalistas da cultura gaúcha na região. Segundo ele, o chimarrão, originário do Rio Grande do Sul e parte do cotidiano dos habitantes de Ponta Grossa, tem raízes históricas nos costumes dos índios guaranis, além de fortalecer os laços de amizade e socialização.


O segundo projeto, de número 074/2023, propõe a criação da "Tarde do Chimarrão, Tererê e Música Gaúcha nas Praças". Esses eventos seriam realizados mensalmente ou a cada três meses, preferencialmente aos sábados, domingos ou feriados. A intenção é que o município estabeleça parcerias com o setor privado a fim de reduzir os custos públicos relacionados a esses eventos. A participação dos Centros de Tradições Gaúchas (CTGs) seria incentivada, e a presença de foodtrucks poderia ser permitida, visando fortalecer a cultura gaúcha e impulsionar o comércio local em Ponta Grossa.


Os projetos em discussão na Câmara de Vereadores têm como objetivo colocar em destaque o chimarrão e o tererê, evidenciando suas raízes culturais gaúchas presentes na cidade. Caso aprovados, esses projetos poderão contribuir para a promoção da diversidade cultural e identidade local, bem como estimular a economia e o turismo em Ponta Grossa.

コメント


bottom of page