• Redação

Tibagi lança projeto de valorização da cultura local

Intitulado "Conhecendo e Valorizando nossa História: Tibagi Ontem e Hoje" tem como objetivo proporcionar aos alunos dos 4os anos das escolas municipais o conhecimento sobre o desenvolvimento de Tibagi ao longo da história

Tibagi lança projeto de valorização da cultura local. Foto: Divulgação


Intitulado "Conhecendo e Valorizando nossa História: Tibagi Ontem e Hoje" tem como objetivo proporcionar aos alunos dos 4os anos das escolas municipais o conhecimento sobre o desenvolvimento de Tibagi ao longo da história.


A Prefeitura de Tibagi, através da Secretaria de Educação e Cultura (SEMEC), promove até o final de 2022 o projeto "Conhecendo e Valorizando nossa História: Tibagi Ontem e Hoje".


De acordo com a secretária de Educação, Anne Elize Wrobel, este projeto, visa propiciar aos alunos dos 4os anos das escolas municipais, o conhecimento e valorização do município, salientando seus pontos positivos, bem como o seu desenvolvimento ao longo da história. Sua meta é mostrar um pouco da história da cidade, o que ela tem de melhor e a importância da preservação do patrimônio histórico e cultural.


"A realização deste projeto foi motivada pela necessidade de estabelecer uma relação direta entre o que se aprende e se conhece com a realidade dos educandos. Assim estabelece-se uma forte relação entre passado, presente e futuro, vistos não só como três tempos, mas como partes de uma história, que se unem e formam um conjunto maior, desenvolvendo nestes educandos uma forma diferenciada de leitura histórica, onde possam conhecer suas origens e importância do local onde vivem", garante Anne Elize.


Na prática, os alunos vão passear por diversos pontos históricos da cidade, e com orientação do historiador Nery Assunção e das professoras, vão conhecer um pouco mais sobre Tibagi. O passeio acontece de trenzinho.


Anne Elize destaca ainda que especificamente esse projeto cultural visa resgatar a memória da cidade, recente e de tempos passados; despertar o interesse pela cultura e o desejo de participar dela; refletir sobre a historicidade como processo que se renova a cada dia; contribuir para que os educandos possam perceber-se como pessoas responsáveis pela construção e reconstrução histórica e estimular a criação, a experimentação, a observação, a curiosidade e as descobertas.


Da Assessoria