• Redação

Tendência retrô. Por que está em alta?

Confira a Coluna Estilo e Moda por Silvana Hass desta semana

O estilo de moda retro é hoje considerado a maior tendência do mercado, e para justificar esse ciclo, o verão traz como principais tendências estas propostas. Foto: Divulgação

Neste novo milênio, os apelos à preservação estão muito presentes no dia-a-dia. Constantemente somos lembrados dos crescentes problemas ambientais que vêm afetando o planeta.


A Revolução Industrial, que se iniciou na Inglaterra, foi perpetuada pelo mundo mudando a forma de produção. Nesse período se iniciou as fabricações através das máquinas que proporcionam a produção em larga escala e substituíram o modo de produção agrícola. Consequentemente, passou a existir um esgotamento dos recursos naturais, elevação no índice de poluição do ar, devido aos gases eliminados pelas indústrias.


Os produtos passaram a se tornar com o tempo facilmente descartáveis, motivadores seguintes para desencadear o consumismo na sociedade global. Tudo isso contribui para o processo de degradação e impactos ao ecossistema com a produção e descarte em massa para o meio ambiente. Os danos causados pela força humana, criaram um alerta que já afeta todos os setores dentre as quais está inserida a indústria da moda.


A moda é abordada como um fenômeno sociocultural que expressa os valores da sociedade, e já suscita o seu reflexo crítico entrelaçado com a sociedade de renascimento e ressignificação onde as ligações são extremamente fortes com o propósito sustentável e consumidores priorizando um contexto que representa uma nova forma de ver o mundo com a crescente preferência dos consumidores por organizações que adotam posturas éticas e responsáveis em seus processos de fabricação.


Nesse sentido, várias marcas já consagradas traduzem sua imagem de consciência de forma ambientalmente correta em toda a sua cadeia de produção. No processo criativo cada vez mais a valorização de culturas de épocas passadas nas coleções contemporâneas.

Pode-se dizer que os estilistas restabelecem memórias, seja em algum detalhe como na modelagem, formas, silhuetas, por meio da utilização do conceito retro.


O estilo de moda retro é hoje considerado a maior tendência do mercado, e para justificar esse ciclo, o verão traz como principais tendências estas propostas.


Babados: estes fazem parte da história da moda e surgiram, no século XVIII, e ele está por tudo nessa estação com saias, blusas, vestidos como tendência fashion para todos os estilos.

Conjuntos: Os anos de 1980 estão em alta na moda verão 2022. Os assim denominados “conjuntinhos” tipo short e blazer ou uma parka são um clássico. Os que têm ombreiras são as melhores opções e podem ser combinados com top sutiã, alternativa para dar um “up” de contemporaneidade ao visual.


Decote quadrado: um clássico da época renascentista é com certeza uma das tendências que mais valorizam a região do busto, ainda mais quando se tem uma silhueta com volume maior de busto. Se você se encaixa neste visual, aposte no decote quadrado. Seja em blusas e ou vestidos, será uma das modelagens mais usadas neste alto verão.


Por Silvana Hass