top of page
  • Foto do escritorRedação

Sexta-Feira Santa terá caminhadas penitenciais em PG

A primeira caminhada, realizada em 1983, foi iniciativa do grupo de jovens da comunidade. Com o tempo, o evento foi ganhando notoriedade e se tornou uma tradição na cidade

Sexta-Feira Santa terá caminhadas penitenciais em Ponta Grossa. Foto: Divulgação

A Semana Santa começa no Domingo de Ramos, passando pelo Tríduo Pascal – que é o seu momento mais importante – e termina no Domingo de Páscoa. Cada católico se prepara à sua maneira para viver essa que é chamada também a ‘Semana Maior’ do ano. Na verdade, durante todo o período quaresmal a orientação da Igreja é para que o tempo seja de oração, abstinência, jejum e caridade. Mas, é na Semana Santa que essas práticas se intensificam.

E ao lado das tantas mortificações físicas – jejum semanal, abstinência de carne – os fiéis ainda ampliam seus momentos diários de oração, participando mais vezes da Santa Missas, buscando o sacramento da reconciliação e se entregando às penitências. São muitas as paróquias a oferecer, durante a Quaresma, celebrações, vias-sacras e adorações logo nas primeiras horas da manhã, ou, mesmo ainda de o sol nascer. Na Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, de Irati, por exemplo, no dia 17, fizeram 24 horas de oração.

Na Sexta-Feira Santa, em específico, já é tradicional a realização da Caminhada da Penitência, na Paróquia do Senhor Bom Jesus, em Ponta Grossa. Realizada desde 1983, este ano o trajeto está mais curto. Ao invés dos 16 quilômetros, os penitentes caminharão por 5,5 quilômetros, não mais até a Capela Santa Bárbara, na Fazenda Pitangui, mas até a na Capela Imaculado Coração de Maria, no Jardim Paraíso. O objetivo do percurso é lembrar o sofrimento de Jesus Cristo no caminho até o Calvário, através de orações, cânticos religiosos e sacrifícios. A caminhada vai iniciar às 6h30, em frente à matriz, passando pelas capelas Santa Clara e Nossa Senhora das Graças, e, finalizando no Jardim Paraíso.

A primeira caminhada, realizada em 1983, foi iniciativa do grupo de jovens da comunidade. Com o tempo, o evento foi ganhando notoriedade e se tornou uma tradição na cidade. A participação das pessoas foi ficando cada vez mais intensa. O percurso de 16 quilômetros seguia, até a última edição, em 2019, até a Capela Santa Bárbara, encerrando com uma encenação da Paixão de Cristo. Para a volta, com ajuda de algumas empresas de transporte da cidade, a paróquia fornecia meio de transporte para o retorno dos penitentes. Nos três últimos anos (2020,2021 e 2022) a caminhada não foi realizada devido às restrições da pandemia.

Este ano, em sua 37ª edição, a caminhada terá novo percurso e regras, devido a limitações quanto à estrutura, número de voluntários e, especialmente, à dificuldade em conseguir ônibus para o retorno das três mil pessoas que costumam participar. O trajeto, pela região urbana, quer facilitar a volta dos caminhantes, já que cada pessoa vai ter que providenciar seu retorno. Caminhada de sacrifício, oração e reflexão pessoal, pelo trajeto serão 14 grupos carregando uma cruz, cantando e rezando. Nas paradas, nas duas capelas, frei José Tosta, pároco da Senhor Bom Jesus, fará uma reflexão. Ao término, uma rápida reflexão, na capela do Jardim Paraíso. Haverá dois postos com água e banheiros, no meio e no fim do trajeto.

Arautos Os Arautos do Evangelho também estão organizando uma caminhada penitencial, a partir das 6 horas, no dia 7, Sexta-Feira Santa. A saída será da frente da sede dos Arautos, na Avenida Carlos Cavalcanti, em Uvaranas. E a chegada, na Capela Santa Bárbara. O percurso será de aproximadamente dez quilômetros. Pelo caminho será recitada a Via Sacra. Para a volta, serão disponibilizados vários ônibus. “Será um momento de oração e meditação”, adianta o coordenador dos Arautos em Ponta Grossa, padre Mateus Mitsuo Taneguti, lembrando que é a terceira vez que acontece a caminhada. “De forma estruturada, ela foi realizada em 2019. Em 2020 não tivemos por causa da pandemia”.

São esperados em torno de 500 participantes. É solicitado que cada um leve um rosário, água e boné. Os banheiros da fazenda estarão à disposição dos penitentes. Quem desejar poderá deixar seu veículo no estacionamento dos Arautos do Evangelho.


Da Assessoria


Comments


bottom of page