top of page
  • Foto do escritorRedação

Ponta Grossa terá reforço na segurança durante a folia de Carnaval

As medidas foram discutidas durante reunião do Gabinete de Gestão Integrada do Município realizada nesta quarta-feira (15)

Batizada como “Fale com Lu”, a ação consistirá na distribuição de materiais informativos durante a realização do evento orientando sobre como proceder. Foto: Divulgação.

A Prefeitura de Ponta Grossa finalizou os detalhes da operação de segurança pública que será desenvolvida durante o Carnaval deste ano. As medidas foram discutidas durante reunião do Gabinete de Gestão Integrada do Município realizada nesta quarta-feira (15). “A atuação conjunta das forças de segurança e do Município é muito importante para que possamos oferecer um serviço cada vez mais eficiente para a população. Tenho certeza que, a partir da articulação entre as equipes, a comunidade poderá contar com uma festa tranquila e repleta de bons momentos”, aponta a prefeita Elizabeth Schmidt.


De acordo com a secretária municipal de Cidadania e Segurança Pública, Tânia Sviercoski, as equipes da Guarda Civil Municipal irão atuar durante todos os dias de festa dando suporte à população. Também serão empregadas equipes da Superintendência de Trânsito e Segurança Viária, que irão implementar bloqueios de tráfego e organizar o fluxo de veículos na região central. “Nossas equipes irão trabalhar de forma integrada com as demais forças de segurança durante todo o Carnaval, recebendo suporte nas ações e patrulhamentos sempre que necessário. Além disso, toda a festa também será acompanhada pelas equipes da nossa Central de Monitoramento, que estarão atentas a toda e qualquer situação, auxiliando os agentes que estarão operando no local”, explica.


Carnaval terá equipes capacitadas para acolhimento de vítimas de assédio

Além das atividades preventivas e ostensivas que serão realizadas durante o Carnaval, a Prefeitura também irá implementar um protocolo dedicado à prevenção e acolhimento de vítimas de possíveis casos de assédio. Batizada como “Fale com Lu”, a ação consistirá na distribuição de materiais informativos durante a realização do evento orientando sobre como proceder. “Nós estamos tomando todas as medidas no intuito de evitar situações desse tipo durante a realização da festa. No entanto, caso haja alguma situação, toda a organização do evento e os agentes de segurança estão orientados sobre como proceder para o acolhimento das pessoas que se sintam constrangidas ou ameaçadas. A partir do momento em que há o pedido para “Falar com a Lu”, é iniciado o processo de proteção da vítima e tomada das providências cabíveis”, explica o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal.


Da Assessoria




Comentarios


bottom of page