• Redação

Polo de TCI celebra um ano de existência em PG

O Polo de Cuidado MISC-PR, em Ponta Grossa, é um dos 47 Polos espalhados no Brasil, América Latina e Europa que são vinculados à Associação Brasileira de Terapia Comunitária Integrativa (Abratecom)

Imagem retrata uma roda no formato presencial, atualmente as reuniões estão sendo realizadas de maneira virtual. Foto: Izamara da Luz

Nesta quinta (16), o Polo de Cuidado Movimento Integrativo de Saúde Comunitária - Paraná (MISC-PR) ligado ao Instituto FloreSer, completa um ano de existência no município de Ponta Grossa. O Polo de Cuidado MISC-PR, em Ponta Grossa, é um dos 47 Polos espalhados no Brasil, América Latina e Europa que são vinculados à Associação Brasileira de Terapia Comunitária Integrativa (Abratecom).


A Terapia Comunitária Integrativa é uma Prática Integrativa e Complementar em Saúde genuinamente brasileira, que nasceu no Ceará em 1987, pelo trabalho coletivo do psiquiatra, teólogo e antropólogo de Adalberto de Paula Barreto e o advogado Airton Barreto, com a necessidade em lidar com os sofrimentos e angústias das pessoas da comunidade do Pirambu, localizada em Fortaleza-CE.


"É uma terapêutica com foco nos cuidados em saúde mental, que proporciona um espaço de acolhimento e partilha de sentimentos e experiências de vida, onde os recursos e competências das pessoas são mobilizados por meio da ação terapêutica do próprio grupo, promovendo a construção positiva de redes sociais", explica a co-fundadora, Milene Zanoni.


No contexto do Sistema Único de Saúde, desde 2017, a partir da Portaria nº 849, de 27 de março de 2017, a TCI é uma das 29 Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) e é classificada como intervenção psicossocial avançada de acordo com os Cadernos de Saúde Mental do Ministério da Saúde.


A prática da Terapia Comunitária Integrativa (TCI), tem sido difundida exponencialmente tanto nacional quanto internacionalmente. Atualmente a TCI já se propagou em países da América, Europa e África. A TCI está presente em 27 países, entre eles o Chile, Paraguai, Argentina, México, Moçambique, Itália e França (MISMEC-CE, 2020). No Brasil, desde a sua criação, a TCI vem se expandindo principalmente no setor público em diferentes áreas, tais como saúde, educação, justiça, direitos humanos, segurança pública e em calamidades públicas.


O Polo é coordenado pela terapeuta comunitária, Tereza Lopes Miranda, e tem uma equipe de profissionais capacitadas a atuarem como formadoras e apoiadoras de novas terapeutas comunitárias nos Campos Gerais.


“Fazer um ano de Vida é motivo de celebração. Alegria singular quando, em meio a pandemia, podemos ver o florescer Movimento Integrado de Saúde Comunitária do Paraná (MISC PR) com ações, promoção de saúde mental aqui no município de Ponta Grossa através de parcerias entre as secretarias de saúde, educação e a UEPG com a realização de Rodas de conversas”, comenta a terapeuta Andrea Maria que também é co-fundadora do Polo. Andrea também reforça, “Um espaço de acolhimento, construções de vínculos, transformação de sofrimento e partilha de recursos simbólicos para os enfrentamentos dos desafios vividos”, finaliza a terapeuta.


Da Assessoria