top of page
  • Foto do escritorRedação

Pesquisadores encontram fóssil de escorpião-marinho

Animal de cerca de 1 metro de comprimento teria vivido na região do mar da China há aproximadamente 435 milhões de anos

Pesquisadores encontram fóssil de escorpião-marinho do tamanho de criança de 5 anos. Foto: Divulgação/R7


Pesquisadores do Instituto de Geologia e Paleontologia de Nanjing, na China, descobriram o fóssil de um escorpião-marinho que mede 1 metro de comprimento — tamanho médio de uma criança de 5 anos. Os cientistas estimam que o animal tenha vivido há 435 milhões de anos na região do mar chinês.


Os Terropterus xiushanensis pertencem à família dos euriptéridos, popularmente conhecidos como escorpiões-marinhos, apesar de não ter qualquer ligação com o que conhecemos atualmente como escorpiões.


Segundo o site Sci-News, o professor do Instituto de Nanjing Bo Wang, que participou da descoberta, revelou que a ciência possui pouco conhecimento sobre esta espécie.

“Nosso conhecimento sobre esses animais bizarros é limitado a apenas quatro espécies em dois gêneros descritos 80 anos atrás: Mixopterus kiaeri, da Noruega, Mixopterus multispinosus, dos Estados Unidos, Mixopterus simonsoni, da Estônia e Lanarkopterus dolichoschelus, da Escócia.”


Pelos locais em que encontram exemplares do animal, os cientistas acreditam que eles tenham vivido no litoral do supercontinente conhecido como Laurásia, que inclui os atuais continentes da América do Norte, Europa, Japão e parte do norte da Ásia.


Ainda segundo os pesquisadores, o animal estava no topo da cadeia alimentar e exercia um papel importante no ecossistema marinho durante o período Siluriano da Era Paleozoica.


Por R7

Comentarios


bottom of page