• Redação

Parque Histórico terá entrada gratuita entre os dias 23 e 27 de agosto

Durante a Semana do Patrimônio e Folclore haverá uma série de atividades temáticas pensadas para atender ao público de todas as idades

Parque Histórico terá entrada gratuita entre os dias 23 e 27 de agosto. Foto: Divulgação


O museu Parque Histórico de Carambeí, entre os dias 23 e 27 de agosto, realizará uma série de atividades para trabalhar as temáticas patrimônio e folclore. Durante a Semana do Patrimônio e Folclore a entrada para visitar o museu será gratuita e a programação foi pensada para atender ao público de todas as idades.


“Aproximamos do público a produção cultural de Carambeí, discutimos os símbolos que aparecem em vários locais da cidade, que buscamos recuperar através da oralidade, das diversas produções humanas, pelas experiências migratórias de diversos grupos que compõem a pluralidade étnica e social do território em que se insere o Museu Parque Histórico de Carambeí, que possui diversos espaços que trabalham de diferentes maneiras esse conteúdo”, Karen Barros, historiadora do museu, relata que esta será uma oportunidade para aproximar o público do tema que é apresentado em ações realizadas pela instituição.


A Semana do Patrimônio e Folclore contará com um calendário cultural diversificado. Para os grupos escolares agendados com antecedência haverá uma mediação sobre etnia e diversidade. No dia 25 de agosto o corpo técnico do Parque Histórico participará do workshop Patrimônio e Seus Lugares. O evento encerrará no sábado, dia 27 de agosto, contará com duas atividades presenciais para o público espontâneo, às 14h na entrada do museu terá uma mesa de RPG e História, às 15h haverá contação de história no Parque das Águas.


A historiadora comenta que durante esses dias apresentarão o tema e mostrarão que esse conteúdo é presente no cotidiano, não está distante como as grandes e esculturais edificações que permeiam o imaginário popular. “De um modo geral, no senso comum, ao falarmos em patrimônio histórico e cultural, pensamos quase que automaticamente em igrejas, palácios e construções grandiosas, antigas, geralmente levantadas com pedra e cal, ou seja, algo muito distante da maioria das pessoas. Mas essa seria uma forma muito reducionista da noção”. Continua explicando que a temática debatida precisa de construção em conjunto. “Ao concebermos uma ideia de patrimônio, pretendemos nos referir ao que é produzido em determinada cultura e sociedade, em um espaço e tempo, investido de grande valor. Independente da sua tangibilidade, possui importância cultural, estética, histórica, cientifica, entre tantos outros, para a sociedade que o produziu, ou ainda produz, por isso é preservado”.


Karen pretende estreitar laços com o público do museu e a semana temática é um momento favorável para debater e difundir o conhecimento construído na instituição. “É necessário que haja engajamento e conscientização para garantir o acesso e a livre fruição do bem cultural, que guarda em si a memória, a história, a experiência e a identidade dos grupos sociais. A partir e através dos princípios que norteiam a história pública, enquanto um objetivo e missão para ampla divulgação do conhecimento histórico produzido dentro do nosso museu, oferecemos uma programação especial para celebrar os dias do patrimônio e do folclore, comemorados em agosto”.


Serviço:

O Parque Histórico de Carambeí abre de terça a domingo, das 10h às 17h, a entrada para visitar o museu é R$20 reais. Entre os dias 23 e 27 de agosto não será cobrado ingresso para visitar o museu. Mais informações e agendamento de grupos pelo telefone 42 98433 – 4639.


Da Assessoria