top of page
  • Foto do escritorRedação

Observatório Astronômico terá observação de eclipse

Atualizado: 13 de out. de 2023

O evento inicia às 15h neste sábado (14), no prédio do Observatório, Campus Uvaranas

O eclipse solar terá início por volta das 15h40, atingirá seu ápice às 16h50 e encerrará às 17h50 - Foto: Jéssica Natal/UEPG

De forma gratuita e aberta para toda a comunidade, o Observatório Astronômico da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) promove, neste sábado (14), tarde de observação do eclipse solar. O evento inicia às 15h, no prédio do Observatório, Campus Uvaranas. Os presentes poderão assistir à projeção do eclipse capturada em outras regiões do Brasil, no auditório, além de ter informações para observação do fenômeno de forma segura.


O eclipse solar terá início por volta das 15h40, atingirá seu ápice às 16h50 e encerrará às 17h50. “Um eclipse solar parcial é um evento astronômico que ocorre quando a Lua passa entre a Terra e o Sol, mas não cobre completamente o disco solar”, explica o professor Marcelo Emílio, coordenador o Observatório. Parte do Sol permanece visível, sem um ‘pedaço’ na sua borda. “É como se a Lua estivesse fazendo uma pequena mordida no Sol”, conta.


Durante um eclipse solar parcial, a luz do Sol diminui, o que cria uma atmosfera de crepúsculo temporário durante o dia. “É importante lembrar que você nunca deve olhar diretamente para um eclipse solar parcial sem proteção adequada, pois a luz solar intensa pode prejudicar seus olhos. Óculos de eclipse solar certificados ou projetores solares são maneiras seguras de observar esse fenômeno incrível”, adverte Emílio. O Sol emite uma intensa quantidade de luz e energia, como raios ultravioleta e infravermelhos, que podem causar danos aos olhos e pele.


Para que a observação seja feita de forma segura, a equipe do Observatório da UEPG divulga algumas dicas, que podem ser conferidas abaixo:

Nunca observe o Sol a olho nu: Observar diretamente o Sol sem proteção pode causar sérios danos à retina dos olhos, resultando em queimaduras na retina, conhecidas como retinopatia solar. Mesmo um breve olhar para o Sol pode ser suficiente para causar danos permanentes à visão.


Evite o uso de instrumentos não apropriados: Binóculos, lunetas, telescópios ou qualquer outro instrumento óptico não projetado especificamente para observação solar pode concentrar a luz do Sol em um ponto focal, o que aumenta ainda mais o risco de danos aos olhos.


Não use filtros improvisados: Jamais utilize materiais inadequados, como CDs, DVDs, vidros escuros ou filmes fotográficos, como filtros para observar o Sol. Esses materiais não são seguros e podem não bloquear os raios prejudiciais do Sol adequadamente.


Utilize filtros solares certificados: A única forma segura de observar o Sol diretamente é através do uso de filtros solares apropriados, feitos de materiais certificados e projetados especificamente para bloquear os raios nocivos. Estes filtros podem ser encontrados em óticas ou lojas especializadas em equipamentos astronômicos.


Verifique a qualidade do filtro solar: Antes de utilizar qualquer filtro solar, verifique se ele está em perfeitas condições, sem rasgos, furos ou danos que possam permitir a passagem de luz não filtrada. O uso de filtros danificados pode ser tão perigoso quanto não usar filtro algum.


Evite o uso de óculos escuros: Óculos de sol comuns não são adequados para a observação solar, mesmo que sejam muito escuros. Eles não bloqueiam os raios ultravioleta e infravermelhos, e sua utilização pode causar danos graves aos olhos.


Prefira a projeção: Uma alternativa segura para a observação solar é a técnica de projeção, onde o Sol é projetado em uma superfície branca através de um orifício (pinhole). Essa técnica não requer olhar diretamente para o Sol e é uma maneira segura e educativa de observar eclipses solares e manchas solares.


Atenção especial para os pequenos: Crianças devem ser supervisionadas durante a observação solar, e nunca devem ser deixadas sozinhas com instrumentos ópticos sem proteção adequada.


Cuidados com fotografia solar: Fotografar o Sol requer filtros solares especiais para a câmera, e os mesmos cuidados de proteção visual devem ser aplicados.

Não é necessário agendar a visita no dia da observação. Aos interessados em participar, basta comparecer ao Observatório no horário divulgado.


Da Assessoria

Comments


bottom of page