top of page
  • Foto do escritorRedação

Município dos Campos Gerais integra novo mapa do turismo

Iniciativa norteia a definição de recursos e de políticas públicas com foco no desenvolvimento do setor

Município dos Campos Gerais integra novo mapa do turismo. Foto: Reprodução

A região turística Campos Gerais do Paraná agora conta com 10 municípios no Mapa do Turismo Brasileiro. O Mapa apresenta o recorte territorial dos municípios que serão prioritariamente trabalhados para o fomento das políticas públicas de turismo. Na nova versão, a cidade de Castro agora integra a região turística. Em 2022, o município de Palmeira integrou o Mapa do Turismo.


Mapa do turismo

O Mapa do Turismo integra o Programa Nacional de Regionalização do Turismo Brasileiro e sua atualização é fundamental para que os Governos Federal e Estadual conheçam os municípios e planejem as políticas públicas necessárias ao desenvolvimento do setor.


Segundo Guilherme Forbeck, presidente da Agência de Desenvolvimento de Turismo dos Campos Gerais, reconhecida pelo Ministério do Turismo como instância de governança regional, esse crescimento demonstra que apesar de os critérios estarem mais rígidos, o turismo regional vem avançando. “A permanência dos atuais municípios no Mapa e a entrada de Castro demonstram que região dos Campos Gerais vem se consolidando cada vez mais na atividade turística, de forma ordenada e sustentável”, afirma ele.


Requesitos

Para integrar o Mapa do Turismo, o município precisa comprovar a existência de órgão ou setor município responsável pela pasta do turismo; existência de orçamento anual destinado ao fomento do turismo; ter Conselho Municipal de Turismo instituído por lei e ativo e ter, no mínimo, três prestadores de serviços turísticos em situação regular no Sistema de Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur).


Nova composição

Passam a compor a região turística Campos Gerais do Paraná no Mapa do Turismo os municípios de Arapoti, Castro, Jaguariaíva, Ortigueira, Palmeira, Piraí do Sul, Ponta Grossa, Porto Amazonas, Sengés e Tibagi.


Da Assessoria

Comments


bottom of page