top of page
  • Redação

MON divulga programação especial do Arte para Maiores de novembro

Programa destinado especialmente ao público mais de 60 anos terá visita mediada na exposição Ásia: a Terra, os Homens, os Deuses; oficina artística e videoconferência

MON divulga programação especial do Arte para Maiores de novembro. Foto: Roberto Dziura Jr


A edição de novembro do programa Arte para Maiores do Museu Oscar Niemeyer (MON), destinado especialmente ao público com mais de 60 anos, terá visita mediada, oficina artística e videoconferência. As ações acontecerão nos dias 8 e 23 de novembro. No dia 8, terça-feira, o colecionador e curador Fausto Godoy conduzirá uma visita mediada na exposição “Ásia: a Terra, os Homens, os Deuses”, que está com sua nova edição: “Colonialismo”. Em seguida, o Educativo fará uma oficina prática.


A videoconferência será no dia 23 de novembro (quarta-feira), com o artista e pesquisador Marco Baena. Ele falará sobre sua relação com a coleção asiática e trará pontos de vista do campo artístico sobre algumas obras em exposição na mostra. Para se inscrever nas atividades é necessário preencher o formulário online. As vagas são limitadas e não é preciso possuir conhecimento prévio em artes visuais.


Em Cartaz: Esta edição da mostra “Ásia: a Terra, os Homens, os Deuses”, apresentada na Sala 5, conta com o tema “Colonialismo”. A exposição aborda o impulso hegemônico e mutante de um grupo sobre outro, que tem sido a tônica da curva das civilizações. Além disso, traz ao público um recorte das cerca de 3 mil obras de arte asiáticas pertencentes ao acervo do MON e promove a reflexão sobre as diversas interpretações do colonialismo na Ásia.


Arte para Maiores: O programa Arte para Maiores conquistou um importante reconhecimento nacional na área de educação em museus, o Prêmio Darcy Ribeiro 2019, concedido pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM). Em 2020, o programa tornou-se online, em decorrência das restrições impostas pela pandemia. Em 2021, o Arte para Maiores retornou em sua versão presencial, seguindo o protocolo de segurança.


Sobre os convidados

Fausto Godoy: Bacharel em Direito pela Instituição Toledo de Ensino (Bauru). Cursou doutorado na Universidade de Paris (I), em Direito Internacional Público (1971). Tem diploma de Língua e Civilização Francesa pela Universidade de Paris – Sorbonne. Cursou História da Arte na École du Louvre (1973). Ingressou na carreira diplomática em 1976. Serviu nas Embaixadas do Brasil em Bruxelas (1978); Buenos Aires, (1980); Nova Delhi (1984); Washington (1992) e Tóquio (2001). Foi designado embaixador junto aos governos do Paquistão (2004) e Afeganistão (2005). Serviu posteriormente em Hanoi (2007); Consulado do Brasil em Tóquio; Escritório Comercial do Brasil em Taipé e nas Embaixadas do Brasil em Bagdá (sediada em Amã), Daca, Astana e Yangon.


Foi cônsul-geral do Brasil em Mumbai (2009). Aposentou-se do Serviço Exterior Brasileiro em 2015. Fausto Godoy doou sua coleção de arte e etnologia asiáticas, com cerca de 3 mil peças, ao Museu Oscar Niemeyer. Esta coleção constitui a primeira ala asiática em um museu brasileiro. É membro da Diretoria da Câmara de Comércio Brasil-Índia. É coordenador do Núcleo de Estudos e Negócios Asiáticos na ESPM. Tem matérias publicadas em revistas brasileiras e participa de seminários nacionais e internacionais sobre a Ásia.


Marco Baena: Doutorando em Abordagens Teóricas, Históricas e Culturais da Arte pelo Instituto de Artes da UNESP. Mestre em Artes Visuais e bacharel em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da UNESP. Atualmente integra o grupo de estudos do Laboratório de Pesquisa em Identidade e Diversidade Cultural do Instituto de Artes da UNESP.


Sobre o MON

O Museu Oscar Niemeyer (MON) é patrimônio estatal vinculado à Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura do Paraná. A instituição abriga referenciais importantes da produção artística nacional e internacional nas áreas de artes visuais, arquitetura e design, além de grandiosas coleções asiática e africana.


No total, o acervo conta com aproximadamente 14 mil peças, abrigadas em um espaço superior a 35 mil metros quadrados de área construída, sendo 17 mil de área para exposições, o que torna o MON o maior museu de arte da América Latina. Os principais patrocinadores da instituição, empresas que acreditam no papel transformador da arte e da cultura, são: Copel, Sanepar, Grupo Volvo América Latina, Vivo, Grupo Focus e Moinho Anaconda.


Serviço:

Visita mediada e oficina 08 de novembro Horário: das 14h às 17h


Videoconferência 23 de novembro Horário: das 14h às 15h30 Rua Marechal Hermes, 999 – Centro Cívico – Curitiba

Inscrição: bit.ly/APMnovembro2022


Por AEN

bottom of page