top of page
  • Redação

Livro sobre a história de PG é lançado no Sesc Estação Saudade

No domingo (23) foi lançado na Biblioteca do Sesc – Estação Saudade o livro “Uma casa em Ponta Grossa – Manuel Vicente Bittencourt (1841-1903)”

Professor da UEPG participa de livro sobre a história de Ponta Grossa. Foto: Simone Pimentel


No domingo (23) foi lançado na Biblioteca do Sesc – Estação Saudade o livro “Uma casa em Ponta Grossa – Manuel Vicente Bittencourt (1841-1903)”. Participou da obra o professor Antônio Paulo Benatte, do Departamento de História da UEPG, em conjunto com os historiadores Ivo Bittencourt Filho, Lucas Erichsen e Maikon Scheres. “Uma casa em Ponta Grossa” parte da biografia de Manuel Vicente Bittencourt, tataravô de um dos autores, para contar a história da cidade.


Ao longo de suas 507 páginas, o livro expõe com texto e fotos coloridas a pesquisa desenvolvida durante seis anos pelos autores. Segundo o professor Antonio Paulo, os leitores poderão encontrar na obra informações documentadas sobre o desenvolvimento social, econômico, político e cultural de Ponta Grossa. “É um presente para os pontagrossenses de ontem e de hoje, e a comemoração aos duzentos anos da história local, no ano que vem”, avalia.


A biografia traz a experiência de uma pessoa que vivenciou ativamente os primeiros 50 anos da história de Ponta Grossa: Manuel Vicente Bittencourt, que hoje dá nome a uma escola e uma rua em Ponta Grossa. Manuel foi um filho de escrava com homem branco, nascido em Morretes em 1841. Mudou-se para Ponta Grossa aos 19 anos, casou-se, constituiu família e se tornou um dos principais comerciantes e políticos regionais da segunda metade do século 19. Manuel Vicente acompanhou a transição do império para a república e faleceu em 1903, logo após assumir o terceiro mandato como deputado estadual. “Aproveitamos a biografia do indivíduo para escrever uma história local, com base em documentos e estudos de escritores locais, da Universidade e de fora dela”, explica o professor.


Embora seja uma história ‘escrita a muitas mãos’, como define Antônio Paulo, há um destaque para o trabalho de Ivo Bitencourt Filho: “Ivo foi o corpo, a alma e o espírito do livro”, destaca o professor. “É um genuíno historiador autodidata. Aprendi muito com ele sobre a história local e regional. Espero que os leitores gostem do livro e nos façam críticas construtivas”. O livro está disponível para venda no Sebo Espaço Cultural, na Rua XV de Novembro, em Ponta Grossa.


Da Assessoria

bottom of page