• Redação

Inscrições do 34º FUC encerram em 17 de abril

Os participantes que tiverem as músicas premiadas irão receber o valor de R$ 4 mil (1º lugar), R$ 3 mil (2º lugar) e R$ 2 mil (3.º lugar). O prêmio de R$ 1 mil é para as categorias de Melhor Letra, Interpretação e Prêmio de Aclamação Popular

O Festival oportuniza os artistas a mostrarem seus trabalhos e o compartilhamento de experiência entre os participantes. Foto: Jéssica Natal

O FUC é destinado aos compositores e intérpretes musicais residentes nos municípios de Ponta Grossa, Arapoti, Carambeí, Castro, Curiúva, Imbaú, Ipiranga, Ivaí, Jaguariaíva, Ortigueira, Palmeira, Piraí do Sul, Porto Amazonas, Reserva, São João do Triunfo, Sengés, Telêmaco Borba, Tibagi e Ventania.


Em 2021, devido ao contexto da pandemia, o evento aconteceu de forma inédita com a transmissão online das músicas. Ao todo, foram 43 canções inscritas, além da implantação do FUC Reverbera, programa que incentiva o empreendedorismo e a auto-gestão de carreiras artísticas, por meio da cessão de serviços aos músicos vencedores. Na 2ª edição do FUC Reverbera, haverá um workshop no dia 10 de maio, às 19h, no Cine Teatro Ópera. Os participantes que tiverem as músicas premiadas irão receber o valor de R$ 4 mil (1º lugar), R$ 3 mil (2º lugar) e R$ 2 mil (3.º lugar). O prêmio de R$ 1 mil é para as categorias de Melhor Letra, Interpretação e Prêmio de Aclamação Popular.


Lucas Cabral, um dos participantes do 33.º FUC, ganhou o prêmio na categoria de Melhor Música, com a canção “Constantemente Contato”, por meio do voto popular. Ele já participou de outras edições do evento, em 2017 e 2018, e conta com alegria o momento da premiação. “O sentimento que fica é de que as pessoas gostam de mim e da minha música o suficiente pra tirar um tempo da vida delas para ir lá votar, e isso é muito legal de imaginar! E eu pude usar esse prêmio para investir de alguma forma na minha música, gravando o meu próprio trabalho e comprando equipamentos, principalmente”, lembrou.


Participantes

O Festival oportuniza os artistas a mostrarem seus trabalhos e o compartilhamento de experiência entre os participantes. “Uma das melhores partes do FUC é justamente a troca de experiências, que tem nos bastidores com os outros músicos e com o público depois do festival. Espero que a pandemia permita relembrar daquele frio na barriga, que só o palco de um festival proporciona”, destacou Lucas.


O autor da canção premiada “Num Estado”, Alex Sandro Januário, conta que participou pela primeira vez do FUC ano passado, e não imaginava que seria um dos ganhadores. “A música já estava pronta e eu ia lançar há um mês. Como surgiu o Festival, aproveitei para inscrevê-la no evento e foi selecionada. Aproveitei muito a premiação, ainda mais na pandemia, em que foi possível investir na própria música”, relatou.


Luiz Henrique do Nascimento da Silva, conhecido como Luizinho, conquistou o primeiro lugar no FUC, com a canção “O Eterno é o Presente”. A música, que não foi composta exclusivamente para o evento, recebeu todo o apoio dos seus colegas músicos para ser inscrita no Festival. “Eu tenho um home studio e foi uma das primeiras produções. A participação no FUC tornou-me mais confiante em meu trabalho e tive a motivação em voltar a estudar música. Com o prêmio consegui fazer a manutenção dos meus equipamentos”, finalizou Luizinho.


A cantora e compositora da Banda Casa Cantante, Juliani Ribeiro, lembra que cresceu vendo o Festival e quando, se inscreveu pela primeira vez e teve a música selecionada, sentiu uma emoção incrível. “O FUC pra mim sempre foi um sonho, ainda mais que Colecione Lembranças é uma música voltada ao público infantil, mas tem uma mensagem que toca todas as idades. O FUC é de grande importância para os compositores e músicos de Ponta Grossa e região, pois possibilita mostrar nosso trabalho de uma maneira única. Vida Longa ao FUC!”, relatou. Juliani foi uma das apresentadoras do show do 33º FUC junto a João Francisco Rangel de Abreu Júnior e Ezequiel Ramos. Nesta edição, foi realizada uma homenagem ao Fernando Durante e ao Gilberto Zardo, e a todos os artistas que perderam a vida durante a pandemia.


Inscrições

Para participar do 34º FUC, os inscritos devem enviar um e-mail para fuc.uepg@gmail.com, com a ficha de inscrição preenchida, comprovante de identidade e residência, arquivo com a letra de música e da gravação da música, além de seguir as orientações presentes no Edital.


O FUC conta com a parceria das empresas Scream.me, Estúdio Piralinda, Álamo Balzer Studio, Fluencia e Inspire Projetos Criativos, e dos projetos Culturação e Cultura Plural. E tem o apoio da Lei de Incentivo ao Turismo e Shopping Palladium, por meio da Secretaria Municipal de Turismo de Ponta Grossa. Mais informações estão disponíveis no site do FUC.


Da Assessoria