• Redação

Imagem emocionante de pai e filho é eleita a melhor foto do ano

Imagem traz Munzir, apoiado em uma muleta, segurando Mustafa, que nasceu sem os braços e pernas após a mãe ser intoxicada

Imagem emocionante de pai e filho vítimas da guerra é eleita a melhor foto do ano. Foto: Divulgação/R7

A imagem de um pai e um filho vítimas da guerra na Síria ganhou como a fotografia do ano, eleita pelo júri do Prêmio Internacional Siena de Foto. As lentes da câmera do fotógrafo turco Mehmet Aslan capturaram um momento puro de felicidade de Munzir segurando o filho Mustafa enquanto os dois sorriem.


O pai, Munzir foi vítima de uma bomba lançada em Idlib, na Síria, enquanto caminhava por um bazar. Mustafa, por sua vez, nasceu sem as pernas e os braços devido a uma doença congênita causada por medicamentos que Zeynep, mãe do menino, precisou tomar após ser intoxicada com um gás que ataca o sistema nervoso.


Em entrevista ao The Washington Post, Aslan contou que deseja que a repercussão da foto ajude Mustafa, de 5 anos, a conseguir as próteses especiais que precisa, tecnologia ainda não disponível na Turquia.


“Nós queremos chamar atenção para [a necessidade da prótese]. O menino tem muita energia. O pai parece ter desistido”, revelou o fotógrafo.

Segundo Aslan, a família mora em uma região turca próxima à fronteira da Síria. Munzir e Zeynep se mudaram para o país para tentar custear os tratamentos médicos e remédios de Mustafa.


“Eu juro que fui de hospital em hospital”, desabafou Munzir. “Não existe uma cidade onde eu não tenha perguntado sobre, mas nada saiu disso”.


A história de Munzir e Mustafa se repete com milhões de refugiados sírios que se espalharam pelo mundo, alguns com marcas físicas da guerra civil que acontece há 10 anos no país.