• Redação

Historiador lança livro infantil sobre bandas de música de PG

O evento contará com sessão de autógrafos e um debate sobre a obra com o autor, além de uma homenagem preparada pelo quarteto de sopro da Banda Lyra dos Campos

A obra é de autoria do historiador Fábio Holzmann Maia e conta com ilustrações da professora de artes e artista plástica Rossana Molleta. Foto: Divulgação


O livro infantil “Conversa entre instrumentos musicais" será lançado nesta sexta-feira (26), às 19h30, no Conservatório Maestro Paulino. A obra é de autoria do historiador Fábio Holzmann Maia e conta com ilustrações da professora de artes e artista plástica Rossana Molleta. Nesta história, os leitores conhecem de maneira lúdica e divertida a trajetória das bandas musicais de Ponta Grossa, em especial da Lyra dos Campos, que neste ano completa 70 anos.


O evento contará com sessão de autógrafos e um debate sobre a obra com o autor, além de uma homenagem preparada pelo quarteto de sopro da Banda Lyra dos Campos. Toda a arrecadação das vendas de “Conversa Entre Instrumentos Musicais” será destinada a duas instituições do município: Núcleo Promocional Pequeno Anjo e Instituição Francisclara. A entrada para o evento é gratuita.


Aprovado no Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura do Paraná (Profice), o projeto “Conversa Entre Instrumentos Musicais” conta com o patrocínio da Copel e da Continental e tem como editora a ABC Projetos Culturais. O livro é fruto da dissertação de mestrado de Maia, na qual o historiador pesquisou a tradição das bandas de música em Ponta Grossa.


Para Fábio, o lançamento de “Conversa Entre Instrumentos Musicais” representa o encerramento de um ciclo de sua pesquisa de mestrado. “É uma emoção muito grande ver um trabalho tão árduo ganhar espaço em um livro e saber que ele vai chegar a muitas mãos que irão ressignificá-lo para suas próprias vidas. Espero que essa história ajude a transformar nossas crianças e que com ela conheçam mais da sua própria cultura”, diz.

A obra

O livro é fruto da dissertação de mestrado de Maia, que pesquisou a história das bandas de música no município. No enredo, os próprios instrumentos musicais são os protagonistas e são os responsáveis por contar a história. “Para despertar o interesse da criança para a leitura acredito ser importante utilizar de recursos lúdicos, como os instrumentos musicais que conversam entre si”, salienta o autor, evidenciando a relação do título com a obra.


O livro ainda tem um caráter inovador: há um QR Code nas páginas onde cada instrumento é apresentado. Ao fazer a leitura dele por meio de um aparelho celular, a criança poderá ouvir o som do instrumento ilustrado na página, tornando ao mesmo tempo o livro mais atrativo e ampliando o seu caráter pedagógico.


A obra também está disponível em formato de audiolivro gravado por artistas da região dos Campos Gerais, que pode ser acessado através de QR Code logo na primeira página. “O livro tem uma didática muito legal de ensino da história da cidade e também da musicalização, trazendo uma bagagem cultural diversificada para a criança”, explica Fábio.


Como contrapartida social, os livros serão distribuídos gratuitamente nas escolas da rede municipal de ensino. O autor também realizará dois encontros de leitura dirigidos a alunos, professores e público em geral, falando sobre a obra e suas experiências com produção literária. Além disso, serão realizadas 10 palestras em escolas da rede pública de ensino sobre patrimônio cultural, ministradas por Fábio, que também é professor de história e mestre em ensino de história.


Da Assessoria