• Redação

Filme sobre artes rupestres dos Campos Gerais será lançado

A arte rupestre dos municípios de Tibagi, Ventania, Piraí do Sul, Jaguariaíva e Ponta Grossa é o tema do segundo episódio da série ‘O Lugar Antes de Mim’

No filme é possível conhecer parte do vasto conteúdo pré-histórico encontrado ao redor da Escarpa Devoniana. Foto: Almir Brito Jr.

A partir do dia 30 de março, a região dos Campos Gerais receberá os lançamentos presenciais do documentário “A Arte Rupestre nos Campos Gerais”, o 2º episódio da série transmídia “O Lugar Antes de Mim”. Dirigido por Karla Nascimento, o filme será lançado nesse momento em Jaguariaíva, Piraí do Sul e Ventania. Considerando a democratização de acesso à cultura, todos os eventos serão gratuitos, e além do público geral, ocorrerão sessões para o público escolar, e para surdos e cegos.


No filme é possível conhecer parte do vasto conteúdo pré-histórico encontrado ao redor da Escarpa Devoniana. Nos sítios arqueológicos visitados foi possível observar pinturas com aspectos cênicos, oficinas líticas e gravuras em rocha deixadas por povos que habitaram a região há milhares de anos, alguns há 8.000 anos.


O documentário tem o apoio do Governo do Estado do Paraná, através do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura (Profice), com incentivo da Copel e dos Supermercados Tozetto.


Durante as filmagens, que também ocorreram em Curitiba, foram entrevistados especialistas em arqueologia, espeleologia, geologia, educação patrimonial e turismo, que dão o tom da narrativa do documentário.


Confira o trailer do filme:


Exibições:

Jaguariaíva

Data: 30/03 (quarta-feira) 15h

Local: Cine Teatro Municipal Valéria Luercy

Público: surdos

Data: 30/03 (quarta-feira) 16h30

Local: Cine Teatro Municipal Valéria Luercy

Público: cegos

Data: 31/03 (quinta-feira) 20h

Local: Cine Teatro Municipal Valéria Luercy

Aberto ao público. Classificação livre.


Piraí do Sul

Data: 01/04 (sexta-feira) 20h

Local: Santuário Nossa Senhora das Brotas — Espaço Padre Evaldo

Aberto ao público. Classificação livre.


Ventania

Data: 04/04 (segunda-feira) 19h

Local: Colégio Estadual Alberto da Silva Paraná

Aberto ao público. Classificação livre.


Seleção para o Festival de Cinema Italiano

O segundo episódio da série O Lugar Antes de Mim - A Arte Rupestre nos Campos Gerais, produzido no Paraná, faz parte seleção oficial do “Firenze Archeofilm - Festival Internazionale Del Cinema di Archeologia Arte Ambiente” 2022, sendo o único filme brasileiro presente no festival que acontece em Florença na Itália.


No episódio que aborda a arte rupestre nos Campos Gerais, em arenitos no Segundo Planalto Paranaense, é possível conhecer diversos sítios arqueológicos nos municípios de Ponta Grossa, Tibagi, Ventania, Piraí do Sul e Jaguariaíva. O documentário será exibido em evento presencial no dia 3 de março às 11h (hora local).


A série documental criada e dirigida por Karla Nascimento, propõe a difusão e a consequente valorização do patrimônio cultural, em especial os sítios arqueológicos através dos recursos audiovisuais, e é produzida pela Ampler (@amplercinetv).


Esse é o quarto festival de cinema que o filme participará, os outros foram o Cine Tornado (Brasil), o 20º Festival Internacional de Cine Arqueológico del Bidasoa (FICAB), organizado pelo Museo Romano Oiasso, no País Basco (Espanha), além do festival de cinema francês Rencontres d'archéologie de la Narbonnaise, onde ele foi contemplado com o Prêmio do Público.


Para a produção do filme foram registrados abrigos e cavernas que estão localizados em áreas da Escarpa Devoniana e da Bacia do Paraná, numa paisagem surpreendente, com rochas sedimentares, que vem se transformando ao longo de 130 milhões de anos, desde a separação da África com a América do Sul.


Parte da região já foi fundo de oceano e, atualmente, conta com uma incomparável beleza cênica, com cânions, cachoeiras, cascatas, lajeados, cavernas, fendas e abrigos, alguns apresentando vestígios e representações simbólicas de povos que habitaram o local desde tempos remotos. São pinturas e gravuras rupestres, artefatos lascados e polidos em pedra, além de materiais cerâmicos e evidências da dieta alimentar.


As escavações e estudos já realizados confirmam cientificamente a presença humana há mais de 8.000 anos nos Campos Gerais, podendo chegar brevemente, com os resultados de novas pesquisas, em datas bastante recuadas.

No filme é possível conhecer parte do vasto conteúdo pré-histórico encontrado ao redor da Escarpa Devoniana. Foto: Almir Brito Jr.

Da Assessoria