top of page
  • Foto do escritorRedação

Festa das Nações 2024 já está sendo preparada

Pensados para evangelizar, festejos de Santa Rita reúnem milhares

Além dos devotos de Santa Rita de Cássia, o evento teve participação de milhares de pessoas durante os nove dias de festa. Foto: Divulgação


Ainda sem os dados completos dos festejos da padroeira Santa Rita de Cássia, a comissão organizadora da Festa das Nações informou que números preliminares apontam uma média de 40 mil pessoas presentes ao longo dos nove dias, além dos mais de mil paroquianos missionários envolvidos na organização. Um desses voluntários, o empresário Douglas Costa, estava há três semanas comprometido com estruturação da festa. “Para garantir público todos os dias é preciso ser organizado na preparação”, argumenta.


E Costa fez destacar que o pároco, padre Evandro Luis Braun, é muito organizado. “A festa desse ano, ele começou a organizar no final da festa do ano passado, os espaços. Amanhã, dia 22, às 8 horas, vai haver uma reunião para tratar da festa de 2024. Precisa ser assim para ser bem feita”, contava o voluntário no domingo, à tarde.


O objetivo maior, segundo ele, é a evangelização. “(A festa) busca evangelizar a todos que vem à paróquia. É um prazer, uma honra, é tudo de bom o que temos conseguido: aprender com que os que são da comunidade e com os que vem de fora. É uma forma de retribuir os dons, a convivência, contribuir com a paróquia, com a Igreja. Todos os produtos servidos aqui são preparados com amor e carinho. Só tenho a agradecer aos que vieram e se deliciaram com os pratos servidos na festa”, ressaltou.


O sentimento do voluntário resume o que foco pretendido por padre Evandro quanto aos festejos: evangelização e comunhão. “Queremos, pelo testemunho de comunhão entre as pessoas, fazer com que o Evangelho seja anunciado pela vida que se vive”, o pároco. A Festa das Nações aconteceu dos dias 13 a 21 deste mês, na Praça Hulda Roedel, no Bairro da Ronda, em Ponta Grossa.


Da Assessoria

Comments


bottom of page