top of page
  • Foto do escritorRedação

Estado lança PrFilm Commission, com o objetivo atrair a produção de filmes

A PrFilm Commission vai atuar como facilitadora em diferentes pontos da cadeia produtiva cinematográfica: do cadastro de fornecedores à tramitação burocrática de permissões para filmar em local público

Estado lança PrFilm Commission, que tem como objetivo atrair a produção de filmes para o Paraná. Foto: Kraw Penas

A Secretaria de Estado da Cultura (SEEC) lançou na noite dessa quarta-feira (21), no Centro Cultural Teatro Guaíra, a PrFilm Commission, programa que tem como objetivo atrair e facilitar a produção de filmes, séries, documentários, clipes e outros produtos audiovisuais em solo paranaense. Também foram empossados os primeiros membros da comissão deliberativa.

A PrFilm Commission vai atuar como facilitadora em diferentes pontos da cadeia produtiva cinematográfica: do cadastro de fornecedores à tramitação burocrática de permissões para filmar em local público; de suporte para festivais e distribuição de títulos já finalizados até o incentivo ao ensino, pesquisa e extensão acadêmica. Também irá apoiar o desenvolvimento de film commissions locais de municípios e consórcios. É uma política pública institucionalizada pelo Decreto Estadual 11.986/2022 e subordinada à Secretaria de Estado da Cultura do Paraná.

O evento marcou o encerramento da 12ª edição do Festival Olhar de Cinema, numa parceria simbólica entre a SEEC e um dos maiores eventos do segmento no Brasil. A cerimônia contou com a presença da secretária de Cultura, Luciana Casagrande Pereira Ferreira, do secretário de Turismo, Marcio Nunes, além de diretores, produtores, atores e outros representantes do audiovisual.

Estima-se que até 60% do orçamento de uma filmagem seja investido em serviços locais. Por isso, a necessidade de padronizar os procedimentos de filmagens e gravações, a fim de agilizar processos e facilitar a realização das atividades cinematográficas, de forma a permitir que o Estado e sua população se beneficiem do impacto direto e imediato na geração de renda, trabalho e emprego, além da promoção do turismo.

“O Estado do Paraná é riquíssimo em paisagens naturais e urbanas e esse potencial pode ser aproveitado de forma sustentável para gerar renda para as populações locais através dessas produções. Em sinergia com o Turismo e demais áreas do governo, a PrFilm Commission vem se somar às nossas políticas públicas de cultura e será um eixo importante e estruturante de atuação a partir de agora”, afirmou a secretária de Estado da Cultura, Luciana Casagrande Pereira Ferreira.

Para o secretário do Turismo, Márcio Nunes, a iniciativa é mais um passo para fortalecer o Paraná como destino turístico atraente para brasileiros e estrangeiros. “É com muita satisfação que vejo o nascimento da PrFilm Commission, que vai facilitar e fomentar a atração de projetos audiovisuais e produções cinematográficas para o Paraná. Além de levar as belas paisagens de Estado para o mundo, vai aquecer o mercado turístico local com a demanda por hospedagem das equipes, alimentação, transporte e outros”, complementou.

Em 2020, a economia da cultura e das indústrias criativas (ECIC) do Brasil movimentou R$ 230,14 bilhões, equivalente a 3,11% do Produto Interno Bruto (PIB). Os dados são do Observatório Itaú Cultural e foram divulgados durante o evento de lançamento da plataforma de mensuração do PIB da ECIC que aconteceu no dia 10 de abril, em São Paulo.

Jussara Locatelli, presidente do Sindicato da Indústria Audiovisual do Paraná (Siapar), ressaltou a importância da produção audiovisual na economia e o papel das film commission nesse processo. “A indústria audiovisual do Paraná ocupa a quinta posição do País em número de produtoras registradas na Ancine e ocupa a segunda posição nacional na produção de publicidade”, disse.

“Queremos que seja descomplicado e fácil filmar no Estado. Ao entrar em contato com a PrFilm Commission, a produtora terá o apoio que precisa para criar a sua obra”, acrescentou André Avelino, diretor de Apoio, Fomento e Incentivo à Cultura.

Origem

As film commission começaram na década de 1940. Em um momento áureo da indústria cinematográfica americana, surgiu a necessidade de um mecanismo institucional entre os estúdios e o governo da Califórnia. Ao longo dos últimos 80 anos, diferentes lugares criaram estruturas que trabalham com políticas públicas ligadas ao setor audiovisual, culminando nos diversos formatos espalhados mundo afora. Sua missão, porém, é a mesma: uma film commission é responsável por atrair e facilitar as atividades de produções cinematográficas, atuando em todas as etapas ligadas direta ou indiretamente à sua cadeia produtiva.


Por AEN

Kommentare


bottom of page