top of page
  • Foto do escritorRedação

Espetáculo da companhia de dança G2 fará estreia nacional no início de julho

Dirigida por Gabriel Villela, a peça será apresentada no Auditório Salvador de Ferrante (Guairinha) nos finais de semana entre os dias 8 e 16 de julho

"GAG": novo espetáculo da companhia de dança G2 fará estreia nacional no início de julho. Foto: Vitor Dias

O renomado diretor de teatro Gabriel Villela retorna ao Teatro Guaíra para a estreia nacional do espetáculo “GAG - Uma livre adaptação de Heinrich von Kleist sobre o Teatro de Marionetes”, uma produção do Centro Cultural Teatro Guaíra com elenco formado por integrantes do G2, o grupo de dança de bailarinos master do Teatro Guaíra, com participação do ator e músico Renet Lyon.

A peça será apresentada no Auditório Salvador de Ferrante (Guairinha) com estreia dia 8 de julho (sábado). A temporada continua com apresentações nos dias 9, 14, 15 e 16 de julho. Sexta-feira (14) e sábados (8 e 15) o espetáculo acontece às 20h30 e domingos (9 e 16), às 18h. Os ingressos serão disponibilizados em breve na bilheteria do Teatro Guaíra e pela plataforma DeuBalada, por R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada).

Partindo de uma livre adaptação da obra “Sobre o Teatro de Marionetes”, do escritor alemão Heinrich von Kleist, a trama de “GAG” mergulha no universo mágico e intrigante do teatro de marionetes para abordar questões existenciais da condição humana. Gabriel Villela, conhecido por sua inventividade e sensibilidade artística, traz sua marca registrada para essa produção de dança-teatro, utilizando a estética barroca e valorizando o imaginativo em toda a montagem. “Trata-se de uma coreografia coletiva, em que o teatro abraça a dança”, afirma.

A direção de Villela, em parceria com o diretor-adjunto Ivan Andrade, explora as camadas de significado presentes na obra de Kleist, explorando a natureza da arte e da vida por meio da metáfora do teatro de marionetes. A peça faz referências às gags, um tipo de performance popular humorística do universo dramatúrgico circense. A gag circense “Abelha, abelhinha, me dá o mel na boquinha”, uma famosa esquete do repertório do circo-teatro, é a principal condutora da trama.

“GAG” apresenta uma trupe de circo-teatro inspirada nos mambembes da peça “Os Gigantes da Montanha”, de Luigi Pirandello. “É uma trupe de uma mulher que chega nos lugares com muita fome, que é a fome milenar do artista itinerante. Em diversos momentos os bailarinos são postos em cena como marionetes, que são um tema recorrente pela anatomia literária da obra do Kleist. Eles vão passando por gags, células dramatúrgicas que têm de fundo uma operação cômica, e raramente dramática, mas nunca trágica”, explica Villela.

O figurino é um espetáculo à parte. As peças foram feitas à mão em teares e tingidas com corantes naturais. “O figurino é a síntese acrônica da minha vida pessoal em Minas Gerais. Ele reúne, com parte do meu acervo de mais de 30 anos, a linguagem do circo-teatro, da arte popular de rua e do barroco mineiro, com foco nas festas mineiras”, explica Villela. “O figurino é muito artesanal, e é de uma beleza absurda. Ele foi feito com cartelas de cores pensadas para cada cena”, afirma Áldice Lopes, diretor artístico do Centro Cultural Teatro Guaíra.

O espetáculo é a terceira produção de Villela em conjunto com o Centro Cultural Teatro Guaíra. As primeiras foram “A Aurora da Minha Vida” (1997) e “Hoje é Dia de Rock” (2017), dois grandes sucessos de público e crítica. “Minha relação com o Teatro Guaíra é afetiva. É o centro cultural e de arte no Brasil que venho por amor. É uma casa solar, que ilumina todo o Paraná”, conta o diretor. “É uma honra receber o Gabriel aqui novamente, pela relação de amor e amizade que se criou entre o diretor e a nossa instituição”, celebra.

Sinergia Artística

A comédia dramática marca a primeira parceria de Villela e Andrade com o G2, grupo que reúne bailarinos que atuaram no Balé Teatro Guaíra e que contam com grande maturidade artística e técnica. A companhia conta com nove integrantes, com idades entre 57 e 68 anos. O teatro de Villela é incorporado ao trabalho de dança do grupo com maestria.

“A troca com o G2 está sendo surpreendente. É um grupo de bailarinos experientes, e essa mescla de teatro e dança é sempre renovadora para as duas linguagens. Está sendo uma nova experiência, que abre horizontes para os dois lados”, observa Andrade. “Os bailarinos já vinham caminhando em direção ao teatro como linguagem de complementação e experimentação, uma vez que a experiência deles nasce no balé clássico. Com a experiência de vida dos bailarinos, somada a minha, a gente pôde voltar a momentos episódicos das nossas vidas, eles ligados à dança e eu ao teatro”, diz Villela.

Julio Mota, bailarino do G2, que é a companhia de dança master mais longeva do Brasil, conta que participar do elenco de “GAG” está sendo enriquecedor. “Está contribuindo com o processo que nós iniciamos com a criação da companhia, em 1999, quando começamos a buscar explorações e experimentações em diversas linguagens de dança, em especial com a dança dramática, e menos formalista”, afirma. “Vai ser um espetáculo surpreendente e emocionante para o público”, completa o bailarino Grazianni Canalli.

“Está sendo incrível trabalhar com o Gabriel e com o Ivan nesse espetáculo que reúne dança e teatro. É uma proposta diferente do que a gente vem fazendo, apesar dos nossos últimos dois trabalhos (Blow Elliot Benjamin e La Cena) terem sido também de dança-teatro”, arremata a bailarina Inês Drummond. “Nós, bailarinos, nos emocionamos muito. São cenas muito tocantes e profundas, que vão fazer com que o público tenha uma grande reflexão em relação à vida”.

Serviço: "GAG - Uma livre adaptação de Kleist sobre o Teatro de Marionetes" Estreia dia 8 de julho (sábado). A temporada continua nos dias 9, 14, 15 e 16 de julho. Sexta-feira (14) e sábados (8 e 15) o espetáculo acontece às 20h30, e domingos (9 e 16), às 18h Local: Auditório Salvador de Ferrante (Guairinha) - Teatro Guaíra - R. XV de Novembro, 971 – Centro, Curitiba – Paraná Ingressos: em breve na bilheteria do Teatro Guaíra e pela plataforma DeuBalada, por R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada)


Por AEN

Comments


bottom of page