• Redação

Escola João Maria Cruz expande projetos em sustentabilidade

Escola agrega energias renováveis e reaproveitamento de 'blisters' a ações já realizadas pela unidade

Escola João Maria Cruz expande projetos em sustentabilidade. Foto: Divulgação


A Escola Municipal João Maria Cruz, já premiada em anos anteriores pela realização de projetos relevantes na área da sustentabilidade, resolveu expandir as ideias sustentáveis e incluiu também em sua rotina trabalhos sobre a energia renovável e o reaproveitamento de blisters - cartelas de remédio normalmente descartados como lixo. Com isso, já são dez projetos dentro do tema desenvolvimento sustentável, na escola mantida pela Prefeitura de Ponta Grossa.


A ação 'Cuidar do Planeta é Cuidar da Vida' faz parte do projeto Eu sou João eu sou Maria, cuido do mundo e da família, trabalho sócio-ambiental em parceria com o Hospital do Coração Bom Jesus. O objetivo é conscientizar os alunos para proteger o meio ambiente e ajudar pessoas com um simples gesto de amor, arrecadando blisters de remédios e lacres de alumínio. Todo o material é entregue ao hospital, que reverte os resíduos valores para compra de cadeiras de rodas, cadeiras de banho e na manutenção do próprio hospital. A coordenação é das professoras Karen Chesine e Janaína Gonçalves.


O mesmo ocorre com as atividades realizadas em sala de aula sobre o conceito de energia renovável. A escola está montando junto aos alunos maquetes onde são ensinados os conceitos de energia limpa, como a solar e a eólica. "Estamos trabalhando sobre meio ambiente e energia. Queremos que eles aprendam na prática, porque o exemplo das pás eólicas, por exemplo, é algo um pouco distante. Então estamos fazendo experimentos na prática, como na produção do catavento, mostrando como tudo funciona, de maneira lúdica. Vamos passar por este assunto com todas as turmas da escola", conta a professora do segundo ano, Vânia Cristina Ferreira de Melo.


O reconhecimento para as ações da escola já chegou em 2021, quando a unidade recebeu dois dos principais reconhecimentos na área de sustentabilidade oferecidos pelo Serviço Social da Indústria (SESI) no Paraná. A escola municipal garantiu o troféu do 'Prêmio Sesi Peça por Peça 2021', por realizar o melhor projeto sustentável do Estado, além de receber o Selo Sesi ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável).


Cada ação está inserida no projeto 'Eu sou João, eu sou Maria, cuido do mundo e da família', desenvolvido dentro e fora do ambiente escolar, com a participação de funcionários, alunos e comunidade. No ano passado o projeto rendeu à escola uma premiação de R$ 8 mil, oferecidos pelo Serviço Social da Indústria e que foram investidos em novos equipamentos para a manutenção e continuidade dos projetos.


Escola armou um "guarda-chuva de projetos"

O projeto 'Eu sou João, eu sou Maria, cuido do mundo e da família' reúne uma série de práticas sustentáveis para o dia a dia da própria unidade, sempre com o envolvimento ativo dos alunos, como horta orgânica, coleta e uso racional da água, coleta e destinação de óleo usado, reciclagem de tampinhas, lacres e caixas de leite, entre outras. A diretora da unidade, professora Eliana Gualberto Carvalho, conta que a dedicação de todos incentiva a inclusão de novas abordagens. "É um projeto perene, que está sendo ampliado a cada ano graças ao envolvimento de toda a comunidade escolar. É um projeto pedagógico onde os alunos são multiplicadores disso, aprendem e trazem novas ideias. Eles se deslumbram com tudo o que pode estar sob o manto da sustentabilidade", relata a diretora.


Da Assessoria