• Redação

Encontro Paranaense de Bibliotecários ocorre na UEPG

Cerca de 100 bibliotecários se inscreveram para o evento

O Encontrou iniciou com palestra do escritor e cronista Ignácio de Loyola Lopes Brandão, ocupante da Cadeira 11 da Academia Brasileira de Letras. Foto: Jéssica Natal/UEPG

A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) é palco de reencontro, nesta semana, para bibliotecários de todo o Brasil. O 7º Encontro Paranaense de Bibliotecários e 1º Encontro Sul-Brasileiro de Bibliotecários iniciou na noite desta quarta-feira (25), no Grande Auditório do Campus Central, com o tema “Bibliotecário e Mudança Social”. O evento reuniu bibliotecários e amantes da leitura, para atividades que seguem até esta sexta-feira (27), com palestras e debates sobre o papel do bibliotecário na sociedade.


O Encontrou iniciou com palestra do escritor e cronista Ignácio de Loyola Lopes Brandão, ocupante da Cadeira 11 da Academia Brasileira de Letras. O reitor da UEPG, professor Miguel Sanches Neto, enalteceu a presença do escritor e parabenizou a organização do evento. “No Brasil, nós precisamos de bibliotecas, para que nasça o escritor e o leitor. Nós não poderíamos herdar uma biblioteca se não fosse por meio das bibliotecas públicas”, esclarece. O reitor destacou o trabalho, em especial, dos bibliotecários do Paraná.


Cerca de 100 bibliotecários se inscreveram para o evento. Maria Lúcia Madruga, uma das organizadoras do Encontro, se diz grata por realizar a atividade na UEPG, sua casa como bibliotecária. “Nós iniciamos esse encontro em 2018, 33 anos depois de um silêncio imenso, porque não era feito um evento para bibliotecários no Paraná, por isso a expectativa sempre é a melhor, já que trouxemos vários nomes de peso na área da biblioteconomia”, explica. O tema deste ano é inspirado em um artigo do professor Waldomiro Vergueiro, publicado em 1998. “Nós pegamos um pedaço e o fizemos tema do nosso encontro, porque acredito que o bibliotecário tem que estar envolvido com as causas sociais, com a comunidade e com a cultura da comunidade. O profissional deve ser bibliotecário social, esse papel é fundamental”, ressalta.


Além do debate social, o empreendedorismo se fez presente no Encontro. O bibliotecário Nelson Oliveira da Silva, vindo do Rio Grande do Sul, preparou uma palestra sobre empreendedorismo e dicas de como retornar aos encontros presenciais no pós pandemia. Segundo ele, o evento é marcante, pois ressalta o momento de reencontro entre colegas da mesma profissão. “Também vejo essa atividade como uma valorização da profissão, porque traz um impacto para a região e ajuda na divulgação do que os bibliotecários fazem”.


Leandra Bach estava desde 7h da manhã, do segundo dia de evento, à espera das atividades. “Estou gostando muito, as palestras estão muito interessantes e leves, você nem vê o tempo passar”, conta. Leandra atua na Biblioteca do Senai há três e agora, depois de se identificar com a profissão, estuda para ser uma bibliotecária. “Este é um momento de aprendizado, que vai agregar na minha profissão futuramente, por isso tudo o que estou vendo aqui será de bom proveito para mim”.


Homenagem

A organização do Encontrou preparou um momento de homenagem a Carmen Salete das Graças Pegoraro, bibliotecária há mais de 60 anos e que, atualmente, atua na Biblioteca da Universidade Estadual do Centro-Oeste. “É emocionante e surpreendente receber essa homenagem, porque vim para o evento como espectadora e jamais imaginei que seria homenageada”, comemora emocionada. Carmen reflete que o bibliotecário e a biblioteca são coisas indissociáveis e essenciais para a transformação da sociedade. “Eventos como esse são muito importantes, porque têm esse lado emotivo e festivo e é um chamar para a profissão, mostrando que existimos e estamos aqui, prontos a sermos agentes de transformação”, finaliza.


Apoio

O 7º Encontro Paranaense de Bibliotecários e 1º Encontro Sul Brasileiro de Bibliotecários é realizado pela UEPG e Biblioteca Pública Municipal Professor Bruno Enei, com patrocínio do Barbur Plaza Hotel, através da Lei Municipal de Incentivo a Grandes Eventos com Fluxo Turístico em Ponta Grossa (nº12.066/14). O evento conta com apoio da Fundação de Cultura de Ponta Grossa Sepam Colégio, Viação Iapó, GGL Móveis de Aço – Ponta Grossa, Bibliotheca, Fauepg, Senac, Associação Bibliotecária do Paraná, Conselho Regional de Biblioteconomia 9ª Região e Ponta Grossa Campos Gerais Convention & Visitors Bureau.


Da Assessoria