• Redação

'Doutores Palhaços' inicia atendimento no HU-UEPG

Intervenções artísticas acontecerão todas as quintas-feiras

'Doutores Palhaços' inicia atendimento no Hospital Universitário da UEPG. Foto: Divulgação


Os Doutores Palhaços da Organização Não Governamental SOS Alegria, iniciaram as intervenções no Hospital Universitário Regional Wallace Thadeu de Mello e Silva. Mesmo atuando para quase todos os hospitais da cidade, a estreia no HU-UEPG foi de muita alegria tanto para o elenco, como para os colaboradores, pacientes e seus respectivos acompanhantes. Em um primeiro momento, as intervenções acontecerão todas as quintas-feiras.


Ines Chuy Lopes, diretora da Seção Técnica Assistencial e presidente do Grupo Técnico de Humanização (GTH) do HU, relata que o trabalho dos Doutores Palhaços será muito positivo para o HU-UEPG. Ela conta que o ambiente muitas vezes é pesado e carregado de emoções que não são boas e as intervenções da ONG são importantes pelo fato do riso ser curativo. “A atuação do elenco de voluntários traz leveza para os pacientes e funcionários, possibilitando um olhar diferenciado para o nosso dia. A alegria dos palhaços contribuiu para que o ambiente seja mais saudável e alegre, melhorando o clima organizacional e também a saúde nos nossos pacientes”, avalia.


Os doutores Esparadrapo e Tiburcia estavam animados com o novo local de trabalho. O Dr. Esparadrapo comentou que a experiência do primeiro dia estava sendo diferente das vividas em outros ambientes hospitalares em que já passou. “O lugar aqui é bem maior, tem muito mais pessoas, mas isso é um motivador, pois teremos mais oportunidades de fazer a diferença e levar alegria para quem não está bem”, disse.


A Dra. Tiburcia explica que o riso faz a gente respirar melhor, além de ser reconhecido pela Organização Mundial de Saúde como uma terapia. “Quando rimos em um local que estamos vulneráveis, como é o caso do hospital, ajudamos o nosso organismo a potencializar o que está bom, auxiliando com que a nossa saúde melhore. Levamos positividade como forma de um tratamento complementar à medicina convencional”, disse.


As intervenções no HU realizadas pelos Doutores Palhaços acontecem no pronto atendimento, consultórios, consultórios pediatria, setor de imagem, além dos leitos clínicos e cirúrgicos.


A ONG Doutores Palhaços – SOS Alegria está em atividade de 2008 e já realizou quase 400 mil intervenções com pacientes em hospitais da cidade, sem nunca ter atendido no HU-UEPG, motivo este de muita alegria para a instituição. Atualmente, após a pandemia da covid-19, a ONG retomou o atendimento por escalas na UPA Santa Paula, Hospital do Coração Bom Jesus, Hospital São Camilo e já está com o retorno programado para a Santa Casa de Misericórdia e o Hospital Geral Unimed.


Vale destacar que o elenco cumpre com todos os critérios de controle de infecção no ambiente hospitalar, não oferecendo risco algum para os pacientes. “O hospital deve ser um lugar estéril para contaminações, mas não de alegria, e é este no nosso trabalho. Levar alegria para todos os que estão nos hospitais em Ponta Grossa”, finaliza o Dr. Esparadrapo.

O trabalho dos Doutores Palhaços - SOS Alegria nos espaços de saúde faz parte do Projeto Doses de Sorriso 1ª Edição, que foi aprovado pela Secretaria Especial da Cultura, do Ministério do Turismo, através da Lei Rouanet, com o PRONAC 182738 e com o apoio da Agrocete Indústria de Fertilizantes Ltda. e do Banco Paccar S/A.


Da Assessoria