top of page
  • Foto do escritorRedação

Comissão de Cultura debate memória do povo negro brasileiro

A produção aborda as condições do período da escravidão dos povos africanos, o papel das navegações, a contribuição cultural da África para o Brasil

Comissão de Cultura debate memória do povo negro brasileiro. Foto: Reprodução


A Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados promove debate nesta quarta-feira (23) sobre a memória do povo negro brasileiro, tendo como referência o documentário "Sankofa, a África que te habita". A produção aborda as condições do período da escravidão dos povos africanos, o papel das navegações, a contribuição cultural da África para o Brasil.


De acordo com a deputada Benedita da Silva (PT-RJ), que propôs o debate, Sankofa significa, na definição de Abadias do Nascimento, "retornar ao passado para ressignificar o presente e construir o futuro". Ela lembra que no dia 20 de novembro foi comemorado o Dia da Consciência Negra.


"Convivemos com grave alteração histórica na construção étnica e identitária do nosso povo, ao negarmos a contribuição dos africanos. Através de sua religião, cultura alimentar, vestimentas, símbolos, hábitos e costumes, esses povos firmavam suas raízes para resistirem às barbáries nas quais eram submetidos", afirma a deputada.


Foram convidados: - o produtor cultural César Fraga; - o cantor Lazzo Matumbi; - a coordenadora do Leáfrica (Laboratório de Estudos Africanos) do Instituto de História da UFRJ, Monica Lima; - a coordenadora-executiva do Projeto Socio-Cultural Comunidade Pagode na Disciplina Jardim Miriam, coordenadora da Uneafro Brasil e Articuladora na Coalizão Negra por Direitos, Luana Vieira; e - a professora Maria Rosa Monge.


O debate será realizado às 15 horas, no plenário 10.


Da Assessoria

Kommentare


bottom of page