• Redação

Cidades da região elaboram planos para o cicloturismo

Encontro reuniu representantes das cidades de Tibagi, Telêmaco Borba, Carambeí e Ponta Grossa

Encontro reuniu representantes das cidades de Tibagi, Telêmaco Borba, Carambeí e Ponta Grossa Foto: Divulgação

A prefeitura de Tibagi sediou, na terça-feira (31), um primeiro encontro com representantes dos municípios de Telêmaco Borba, Ponta Grossa e Carambeí para a discussão sobre a adoção de uma identidade visual única para futuras ciclorrotas que integram os quatro municípios. O encontro contou com a presença do prefeito de Telêmaco Borba, Dr. Márcio.


O prefeito de Tibagi, Artur Butina, destacou que sempre leva em consideração o desenvolvimento da região e que pretende propor novas ações em conjunto com os municípios vizinhos para desenvolver o turismo regional como um todo.


“Nossa ideia sempre foi trabalhar em conjunto. A união de esforços é muito importante e Tibagi quer ser essa referência no Turismo da nossa região. Vamos sempre buscar parcerias com nossos colegas para que todos ganhem com essas ações”, destaca Butina.


Já o prefeito de Telêmaco Borba, Dr. Márcio, disse que foi uma reunião de pessoas interessadas no desenvolvimento do turismo na região. Além disso, ele afirma que existem muitas coisas bonitas para serem mostradas.


“Por exemplo, chegam turistas em Telêmaco Borba interessados em conhecer uma mina de carvão. É uma curiosidade. É interessante se estabelecer um circuito com os municípios da região. Com isso, fatalmente vamos desenvolver também os interiores, com pontos comerciais e gerando emprego e renda”, garante o prefeito de Telêmaco Borba.


A ideia inicial dessa ação conjunta partiu de Ponta Grossa, que estava interessada em estabelecer um circuito de cicloturismo na cidade. Alessandro Lozza de Moraes, que representou o município na reunião, disse que porque não integrar outras cidades dos Campos Gerais no projeto.


“Pensamos em Tibagi e fomos um pouco além: passando por Carambeí, Tibagi e Telêmaco Borba. Com isso, teremos uma oportunidade maior de trazermos pessoas de fora para a nossa região”, afirma Moraes.


Ele disse ainda que a ideia é ramificar ainda mais as rotas do cicloturismo, porque existem inúmeros outros municípios com participação importante tanto no turismo como no esporte. “Mas essas quatro principais cidades estão formatando algo muito interessante para a região”, finaliza.


Fonte: Assessoria de Imprensa