top of page
  • Foto do escritorHurlan Jesus

Cidades criam bloco para discutir cultura no Paraná

Denominado de ‘G7’, grupo é formado por sete municípios: Ponta Grossa, Foz do Iguaçu, Maringá, Londrina, Cascavel, Guarapuava e Toledo

O objetivo do G7 é estabelecer pautas em comum e articulação junto aos governos estadual e federal. Foto: Divulgação

Sete cidades do Paraná criaram um bloco para discutir políticas públicas relativas à cultura. São eles: Foz do Iguaçu, Ponta Grossa, Maringá, Londrina, Cascavel, Guarapuava e Toledo. Oficialmente, o grupo se chama G7. A primeira reunião oficial ocorreu na última semana, em Ponta Grossa.


O objetivo do G7 é estabelecer pautas em comum e articulação junto aos governos estadual e federal. Somados, os municípios têm mais de dois milhões e meio de habitantes, sendo uma força importante para a economia da cultura no Paraná.


“Pensamos nesse bloco para criarmos convergências e ações em comum. Queremos estreitar lações entre as nossas cidades”, disse o coordenador do G7 e presidente da Fundação Cultural de Foz do Iguaçu, Juca Rodrigues.


Conversas sobre a oficialização do G7 vinham desde 2019. A partir de 2020, em razão da pandemia da Covid-19, houve um início de trabalho de forma remota. O motivo era a Lei Aldir Blanc. Neste 2023, em razão das próximas leis emergências de cultura (Lei Paulo Gustavo e Lei Aldir Blanc II), os gestores e as gestoras pretendem estar mais próximos.


“Ficamos honrados e felizes em receber os gestores de outros municípios, para um intercâmbio de informações, troca de experiências e cases de sucesso”, destaca. O secretário lembra ainda que “Ponta Grossa vive um momento muito expressivo na cultura do Paraná” e que a cidade tem participação e representatividade na ‘AMCG Cultura’, na qual ele é o coordenador, no Conselho de Cultura do Paraná e no G7. “São grupos de trabalho que somam forças para executar políticas públicas de cultura”, explica.


Uma das metas do G7 é criar um projeto de circulação entre as sete cidades. Dessa forma, artistas de um local poderiam levar seu trabalho para os demais municípios, criando um fluxo de troca e aprendizagem.


Encontro em Ponta Grossa

Nos dias 11 e 12 de abril, em Ponta Grossa, o G7 se reuniu e cumpriu uma série de atividades. Em dois momentos, discutiram sobre a formalização do grupo e quais pautas comuns podem entrar no radar das sete cidades. Os gestores também conheceram o trabalho da Secretaria de Cultura de Ponta Grossa.


O bloco do G7 foi composto pelos gestores Juca Rodrigues, diretor presidente da Fundação Cultural de Foz do Iguaçu; Bernardo Pellegrini, secretário de Cultura de Londrina; Rosselane Giordani, secretária de Cultura de Toledo; Rita Felchak, secretária de Cultura de Guarapuava; Victor Simião, secretário de Cultura de Maringá; diretor de Cultura de Cascavel, Robson Macanhão; bem como assessorias de suporte, com Alexandre Barbosa, Cristiane Cândido, Thaisa Praxedes, Edson Salez, Celia Dell’aglio, Carlos Alexandre Martins Schneider, Valdir Grandini, Antônio Carlos Machado, Gabriela Oliveira, Cristhian Lucas e Cleiton Marques.


O próximo encontro do G7 deve ocorrer em maio.

Comments


bottom of page