• culturacaopg

Biblioteca da UEPG promove capacitação sobre diversidade de gênero

A iniciativa partiu da diretora geral e bibliotecária, Eunice Silva de Morais, que solicitou à seção de Treinamento e Desenvolvimento da Pró-Reitoria de Recursos Humanos (ProRH) um curso que abordasse a temática, partindo da demanda dos próprios funcionários e funcionárias

Biblioteca da UEPG promove capacitação sobre diversidade de gênero. Foto: Fábio Ansolin


A Biblioteca Central da Universidade Estadual de Ponta Grossa (Bicen-UEPG), em virtude do mês do Orgulho LGBTQIAP+, promoveu um encontro sobre Atendimento ao Público e Diversidade de Gênero. A iniciativa partiu da diretora geral e bibliotecária, Eunice Silva de Morais, que solicitou à seção de Treinamento e Desenvolvimento da Pró-Reitoria de Recursos Humanos (ProRH) um curso que abordasse a temática, partindo da demanda dos próprios funcionários e funcionárias.


O curso foi ministrado na última sexta-feira (24), pela professora Marcela Teixeira Godoy, que, por meio do seu projeto “Lugar de Fala”, promoveu a reflexão dos mais de 20 participantes a respeito do tema. Pela metodologia dos círculos restaurativos, os participantes foram ouvidos e puderam expor suas inquietudes com relação ao tema. “A iniciativa de oferecer esse curso surgiu devido algumas situações que começaram ocorrer aqui na Biblioteca no momento do atendimento com pessoas de outros gêneros e o receio de causar constrangimento e preconceito mesmo de maneira inconsciente”, explica Eunice.


Na oportunidade, Eliete Requerme de Campos realizou uma intervenção. Formada em Enfermagem, Filosofia e Direito, Eliete compartilhou suas experiências acerca da temática. O diálogo aberto, escuta ativa e a interação entre todos os presentes permitiu a troca de vivências, compartilhamento de sentimentos, opiniões e conhecimentos entre os participantes.

A bibliotecária chefe da Divisão de Tratamento da Informação, Maria Luzia F. Bertholino dos Santos, avalia que, no curso promovido, o enfoque nas diferenças de gênero e nas relações interpessoais, que envolvem o cotidiano em do ambiente de trabalho, trouxe esclarecimentos e discussões que alertaram para pontos de vista e formas de conduzir a abordagem do tema. Essa capacitação auxiliará os profissionais da UEPG a se adaptarem ao contexto social atual e aprimorarem o bom atendimento oferecido.


Para Andréia Gonçalves de Andrade, chefe da Seção de Periódicos, a formação realizada foi interessante e muito importante, por ser uma ferramenta que permitiu aos participantes aprender mais sobre a temática. Segundo ela, a iniciativa promovida pela Biblioteca vem somar a luta contra o preconceito relacionado à comunidade LGBTQIAP+, enfatiza as reivindicações por igualdade de direitos e pelo respeito à diversidade.


“A temática abordada no curso trouxe muitas informações e reflexões que certamente irão nos auxiliar diante das complexidades de gênero considerando que a Biblioteca tem a ‘obrigação social’ de ser um ambiente acolhedor e inclusivo”, completa Eunice.


Da Assessoria