top of page
  • Foto do escritorRedação

Balé Teatro Guaíra e OSP reapresentam os sucessos Lago dos Cisnes e Lendas Brasileiras

Ambas as produções são fruto da parceria entre o Balé Teatro Guaíra e a Orquestra Sinfônica do Paraná

Balé Teatro Guaíra e Orquestra Sinfônica do Paraná encerram 2022 reapresentando os sucessos Lago dos Cisnes e Lendas Brasileiras. Foto: Maringas Maciel


O público curitibano vai ter, ainda em 2022, mais uma oportunidade de assistir a dois dos grandes sucessos que passaram pelo palco do Centro Cultural Teatro Guaíra (CCTG): Lago dos Cisnes e Lendas Brasileiras. Ambas as produções são fruto da parceria entre o Balé Teatro Guaíra e a Orquestra Sinfônica do Paraná. As apresentações acontecem nos dias 10, 11 e 12 (Lago dos Cisnes), 16, 17 e 18 (Lendas Brasileiras).


Cleverson Cavalheiro, diretor-presidente do CCTG, afirma que esse é um presente para o público que poderá apreciar um espetáculo único. “Obras cheias de graça e beleza como Lago dos Cisnes e Lendas Brasileiras, tão icônicas e com a nossa marca, provam como o Guaíra é um dos maiores centros culturais do Brasil. É muito especial poder contar com o corpo de bailarinos e com os músicos para criar algo tão grandioso”, afirma.


Os dois espetáculos são coreografados por Luiz Fernando Bongiovanni, diretor do Balé Teatro Guaíra. A Orquestra Sinfônica do Paraná toca a composição clássica de Tchaikovsky, em Lago dos Cisnes, com a condução do diretor musical e regente titular Roberto Tibiriçá, e a trilha original composta por Alexandre Guerra, em Lendas Brasileiras, sob a regência do maestro convidado José Soares.


Cisnes

A história de Lago dos Cisnes é a mesma do balé clássico, o que muda é a roupagem, que ganha o contorno contemporâneo. Em seu aniversário de 21 anos, Siegfried precisa escolher uma esposa por ordem de sua mãe. Ele conhece Odette, uma princesa transformada em cisne pelo feiticeiro Von Rothbart, antagonista da história. O mago e sua filha, Odile, tentam separar o casal. O espetáculo ainda conta com direção de arte, figurino e cenografia de William Pereira.


Lendas

De toda a diversidade de contos orais da tradição brasileira, foram selecionados para Lendas Brasileiras as histórias de A Mula Sem Cabeça, Vitória-Régia, Caipora, Boto Cor de Rosa e Boitatá. Trechos dessas narrativas foram vestidos com a riqueza estética das pinturas de Anita Malfatti, com texto e dramaturgia assinados pelo diretor teatral e autor Edson Bueno. As cinco histórias ganham narração do premiado ator Ranieri Gonzalez, num resultado inigualável, com cenografia, bonecos e figurinos de Ricardo Garanhani.


Serviço:

"O Lago dos Cisnes"

09 e 10 de dezembro (sexta-feira e sábado), às 20h30; 11 de dezembro (domingo), às 18h

Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto – Guairão, em Curitiba

Classificação etária: livre

Ingressos: Inteira: R$ 20,00 Meia: R$ 10,00

Ingressos pelo Ticket Fácil


"Lendas Brasileiras"

16 de dezembro (sexta-feira), às 20h30, 17 e 18 (sábado e domingo), às 17h

Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto – Guairão, em Curitiba

Classificação etária: livre

Ingressos: Inteira: R$ 20,00 Meia: R$ 10,00

Ingressos pelo Ticket Fácil


Por AEN

Comments


bottom of page