top of page
  • Foto do escritorRedação

Balé Teatro Guaíra e Orquestra Sinfônica abrem a temporada 2023

Atualizado: 24 de fev. de 2023

Espetáculo reflete sobre a identidade brasileira a partir do centenário da Semana de Arte Moderna de 1922

Balé Teatro Guaíra e Orquestra Sinfônica do Paraná abrem a temporada 2023 com Terra Brasilis - Coreografia Outras Estações. Foto: Maringas Maciel

A temporada do Guaíra de 2023 começa com a reapresentação de um dos grandes sucessos do ano passado: "Terra Brasilis". A montagem é uma parceria entre o Balé Teatro Guaíra (BTG) e a Orquestra Sinfônica do Paraná (OSP) e reflete sobre a identidade brasileira a partir do centenário da Semana de Arte Moderna de 1922, colocando em diálogo a dança contemporânea e a música barroca. As apresentações acontecem nos dias 03, 04 e 05 de março, com ingressos a R$ 20 e R$ 10.


"Terra Brasilis" é composto por duas coreografias: Piá e Outras Estações. Jorge Garcia e Alex Soares, dois nomes de destaque da nova geração de coreógrafos contemporâneos no País, foram convidados a criar as obras.


Piá, trabalho de Soares, debate no palco a mestiçagem brasileira, elemento caro na formação de nossa identidade. Já Outras Estações, de Garcia, traz reflexões sobre as migrações contemporâneas por parte de determinados grupos, tribos, povos, comunidades ou outras formas de coletividade.


A regência da OSP fica por conta de Victor Hugo Toro, que já tinha assumido a condução da peça em 2022. “Nosso desejo é que os espetáculos possam ascender questões relevantes a respeito do mundo atual e assim colaborar para a construção de um mundo melhor”, diz Luiz Fernando Bongiovanni, diretor do BTG. “Peças de dança são sempre obras abertas a cada olhar. Cada um de nós é convidado a sentir, mais do que compreender. Esperamos que estes trabalhos possam encontrar terreno fértil de sensações em cada um de nós”. “'Terra Brasilis' tem um valor simbólico muito forte para a gente aqui no Guaíra”, afirma Cleverson Cavalheiro, diretor-presidente do Centro Cultural Teatro Guaíra. “Afinal, foi o primeiro encontro entre dois dos nossos corpos artísticos, o Balé e a Orquestra, depois do hiato dos últimos anos. Por isso é tão importante para a gente poder começar 2023 com essa montagem”.


Serviço:

Data: 03 (sexta-feira), 04 (sábado) e 05 (domingo)

Horário: Sexta e sábado às 20h30. Domingo às 18h

Local: Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto (Guairão)

Classificação: Livre

Ingressos: R$ 20 e R$ 10.


Por AEN

Comments


bottom of page